Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 24 de maio de 2019

Notícias / Economia

Após crise, taxa de ocupação de hotéis se estabiliza e atinge média de 55,13%

Da Redação - José Lucas Salvani

03 Mar 2019 - 10:52

Foto: Reprodução/Divulgação

Após crise, taxa de ocupação de hotéis se estabiliza e atinge média de 55,13%
A taxa de ocupação de hotéis em Cuiabá atingiu a média de 55,13% em 2018. O número reforça a estabilização no setor depois do impacto pós-copa e crise econômica visto que em 2016 e 2017 a taxa foi de 53,99% e 52,26%, respectivamente. Os dados são do boletim de “Turismo em Números”.

Leia mais:
Chegada de Ibis e Slaviero preocupa setor hoteleiro em Cuiabá e hospedagem deve cair 14%; entenda

De acordo com o titular da secretária-adjunta, Jefferson Preza, o cenário econômico em 2016 não foi favorável, resultando em uma redução na procura e, consequentemente, o fechamento de seis hotéis na capital mato-grossense, dos quais dois eram de grande porte. O fato se refletiu nos números de 2017.

Entre o segundo semestre de 2017 e 2018, houve uma pequena recuperação monetária de R$ 182,14 para R$ 184,27. Apesar da leve melhora, os valores criam a expectativa de que a recomposição dos valores continue no fechamento já do primeiro semestre de 2019.

Não somente a taxa de ocupação de hotéis, como também a empregabilidade conseguiu se manter, principalmente no setor de alimentação. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em 2017 foram empregados 16.786; já no ano seguinte 16.088. O rol de maiores empregadores está no setor de hospedagem, com 6.564 funcionários.

No fluxo total no Aeroporto Marechal Rondon, houve um aumento de 5,15% entre 2017 e 2018. No ano passado, houve um aumento de 3,3% no número de embarques em relação a 2017, com mais de 49 mil passageiros. Quanto aos desembarques, foram 98.934 passageiros a mais que no ano anterior, aumento de 7%.

Segundo o secretário-adjunto, os números são essenciais para as melhorias no setor, bem como a elaboração de políticas públicas para o fomento das atividades.

Chapada dos Guimarães

O número de visitantes em Chapada dos Guimarães também foi incluído no boletim do “Turismo em Números”. Segundo dados do Instituto de Conservação e Biodiversidade Chico Mendes (ICMbio), que fornece ao governo por meio de parceria, ao todo foram registrados mais de 210 mil visitas.

Em 2018, somente no Véu de Noiva, o número de visitantes chegou em 179.709,  seguido da Cachoeirinha e Cachoeira dos Namorados com 33.869. Em 2017 e 2016, foram 170.884  e 158.365 turistas respectivamente.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet