Olhar Agro & Negócios

Domingo, 17 de outubro de 2021

Notícias / Agronegócio

comércio exterior

Volume de suco de laranja exportado em setembro sobe 23%, revela Secex

De Brasília - Vinícius Tavares

02 Out 2012 - 10:56

Foto: Reprodução

Volume de suco de laranja exportado em setembro sobe 23%, revela Secex
As exportações brasileiras de suco de laranja aumentaram 23,2% em setembro na comparação com igual mês de 2011. De acordo com dados divulgados nesta segunda, dia 1º, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), foram embarcadas 202,2 mil toneladas ante 164,1 mil toneladas em setembro do ano passado. Em relação a agosto deste ano, quando as vendas externas somaram 118,6 mil toneladas, o crescimento foi de 70,5%.

A receita com exportação de suco em setembro alcançou US$ 222,2 milhões, alta de 23,65% ante setembro do ano passado, quando os embarques movimentaram US$ 179,7 milhões, e de 41,1% ante agosto deste ano, com US$ 157,5 milhões.

O preço médio da tonelada exportada em setembro, de US$ 1.099,10 superou em 0,34% os US$ 1.095,4 por tonelada de setembro de 2011, mas ficou 17,3% abaixo dos US$ 1.328,6 de agosto de 2012.

Etanol

O volume de etanol exportado pelo Brasil em setembro de 2012 subiu 159,72% em relação a setembro de 2011 e subiu 43,12% na comparação ao montante de agosto de 2012. Os embarques em setembro atingiram 452,7 milhões de litros ante 316,3 milhões de litros em agosto e 174,3 milhões de litros em setembro de 2011.

A receita obtida com as vendas ficou em US$ 331,2 milhões em setembro de 2012, alta de 125,76% em relação ao mesmo mês de 2011 e alta de 47,8% ante agosto de 2012.

Açúcar

A receita com exportações brasileiras de açúcar atingiu US$ 1,34 bilhão em setembro de 2012, queda de 18,4% ante US$ 1,65 bilhão verificados em igual mês de 2011, de acordo com o ministério. Em relação às exportações de agosto de 2012, que foram de US$ 1,27 bilhão, a receita subiu 6%.

Em volume, as exportações brasileiras de açúcar ficaram em 2,64 milhões de toneladas no mês de agosto, 5,6% menor que as 2,8 milhões de toneladas embarcadas em setembro de 2011 e 7,52% superior às exportações de agosto de 2012, que foram de 2,45 milhões de toneladas.

Do total exportado em setembro, 2,1 milhões de toneladas foram de açúcar demerara, e 539 mil toneladas foram de refinado. No período de 12 meses, enquanto as exportações de demerara caíram 9,3 % em volume e recuaram 21,5% em receita, as vendas de refinado subiram 12,36% em volume e caíram 5,13% em receita.

Grupos de produtos

As exportações de manufaturados foram as únicas a registrar crescimento em setembro na comparação com igual mês do ano passado. A expansão foi de 2,9%, enquanto as vendas externas de semifaturados caíram 15,6%, e as de básico tiveram queda de 7,9%.

Segundo os dados divulgados nesta segunda, aumentaram os embarques de máquinas para fabricação de celulose, óleos combustíveis, etanol, motores e geradores elétricos, suco de laranja não congelado, laminados planos de ferro ou aço, veículos de carga, açúcar refinados e automóveis de passageiros.

Nas importações, só houve aumento nas compras de bens de capital, que subiram 9,3% em setembro. As importações de combustíveis e lubrificantes caíram 21,6%, a de matérias primas e intermediários, -3,6%; enquanto que a queda nas compras internacionais de bens de consumo foi de -1,9%.

No acumulado do ano até setembro as três categorias de produto acumulam queda nas exportações. Vendas externas de produtos semimanufaturados caíram 11% e as de básicos caíram 5,4%, enquanto que o recuo nas vendas de manufaturados foi de 2,4% em relação a igual período de 2011.

Nas importações, as compras de bens de capital acumulam alta de 2,1% no ano e as de bens de consumo, 0,2%. Por outro lado, as importações de matérias primas e intermediários caíram 3,3% e a de combustíveis e lubrificantes, -1,4% de janeiro a setembro deste ano.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet