Olhar Agro & Negócios

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Engenharia de Gestão - Agustinho Risso

Estratégia, comunicação, gestão vertical e mais: Leia a coluna de Agustinho Risso

Agustinho Risso

11 Nov 2019 - 10:13

Estratégia, comunicação, gestão vertical e mais: Leia a coluna de Agustinho Risso
Gestão da comunicação, Teams, rede de contatos, integração de equipes

Existe muito desperdício dentro das empresas por problemas de comunicação! Quem nunca viu alguém tendo que fazer uma ligação, se deslocar ou consultar mais de uma pessoa para avaliar o status de uma negociação, a situação de um processo, o recebimento de um email, mensagem ou qualquer outro tipo informação?
 
Seu tempo e de sua equipe é muito valioso para deixar isso acontecer! Faça parte das empresas que estão sempre um passo a frente nos processos de comunicação corporativa e implante o modern workplace com o Microsoft Teams!
 
Estratégia e método


O método gerencial está presente em todos os sistemas da empresa: estratégico, tático e operacional. Porém, é comum vermos priorização nos sistemas estratégicos que não são suportadas pela operação e tática maduras no método gerencial.
 
Sem bons processos (operação), um desdobramento de metas consistente e projetos bem estruturados (tática) a estratégia não se materializará
 


Conhecimento e liderança

As empresas estão cheias de pessoas capacitadas com muito conhecimento a disposição de projetos e oportunidades de melhoria. Porém, nem sempre existe liderança para fazer essa disponibilidade de conhecimento se tornar resultado!
 
Líder é aquele que bate a meta (gera resultados) com a equipe (usando o conhecimento da equipe) e ética!
 
Portanto, conhecimento não é poder (como muitos dizem), o verdadeiro poder é a capacidade de transformar conhecimento em resultado e isso se consegue principalmente com boas lideranças!
 


Gestão vertical vs gestão horizontal
Historicamente vemos as organizações adaptarem sua estrutura vertical (hierarquia ou organograma) para melhor atender as necessidades do mercado tanto no que se refere aos clientes quanto às necessidades de aprimoramento em ferramentas e técnicas.
 
Áreas de apoio como escritórios de projeto, de processos, núcleos de qualidade, experiencia do cliente e outros tem se tornado cada vez mais frequentes.
 
Além dessa adaptação, vemos também a necessidade de adaptar algumas regras de gestão não apenas olhando verticalmente (quem gerencia quem), mas também pela ótica dos processos!
 
A figura do dono de processo ainda precisa ser muito mais difundida nas organizações, pois essa figura servirá para determinar um responsável pelo desempenho da sequência de atividades que na maioria das vezes é cruza a hierarquia das organizações e perde eficiência não raro por confusões de governança e falta de visão sistema de causa e efeito!

Desempenho comercial

A gestão comercial deve ter estratégias distintas conforme o modelo de negócios.
 
Empresas que entregam valor para uma demanda majoritariamente espontânea (hospitais, profissionais e outras unidades de saúde), precisam direcionar as estratégias comerciais nos processos de gestão de contratos com convênios e unidades de direcionamento oferecendo um diferencial competitivo diante dos concorrentes do mercado.
 
Por outro lado, as empresas que podem gerar demanda de maneira ativa (indo atrás dos clientes) precisam dedicar tempo e muito trabalho gerenciando seu "funil de vendas" com estratégias comerciais que criam leads qualificados e uma abordagem de vendas que de fato mostre o quanto as necessidades do cliente podem e devem ser atendidas com a solução oferecida!
 


Dor de escala

Enquanto algumas empresas sem ocupar toda sua capacidade operacional investem em mais recursos cegamente por achar que precisam disso para produzir mais, outras esgotam seus recursos e sofrem com dificuldades de escalar (aumentar constantemente) sua entrega de valor por vários motivos.
 
Apesar das dificuldades de escala certamente não serem as mesmas em todos os negócios. A padronização dos processos, exigindo que todos fiquem cada vez melhor em uma maneira sólida e consistente de entregar valor é a chave para otimizar a escala!
 
É comum empresas se esforçarem muito para entregar soluções "personalizadas" criadas sempre do zero com desvios de padronização que poderiam ser otimizados se um processo padrão fosse seguido e aperfeiçoado com pequenas customizações.
 
Criar "produtos" para seus portfólio de entregas (serviços ou produtos), exigirá menos recursos e potencializará a capacidade de entrega de qualquer empresa!
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet