Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Notícias / Agronegócio

Segue mercado

Após redução do ICMS sobre produção de suínos, Estado mantém cobrança para saída do boi

Da Redação - André Garcia Santana

10 Out 2017 - 08:51

Foto: Reprodução/Gcom MT

Após redução do ICMS sobre produção de suínos, Estado mantém cobrança para saída do boi
Diferente da redução de 6%, adotada para a produção de suínos, o Estado vai manter em 7% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a saída do boi em pé de Mato Grosso. Por três meses, finalizados em setembro, o Executivo reduziu a alíquota para 4% com o objetivo de apoiar o fomento da cadeia pecuária mato-grossense, que sofreu problemas setoriais.

Leia mais:
Decreto de Taques reduz ICMS de suínos de 12% para 6% e expectativa é de salto na produção em Mato Grosso

“Os números mostram que a medida foi eficaz e estimulou a reorganização da cadeia pecuária no Estado. Agora entendemos que, com os efeitos já alcançados, não existe a necessidade de mudar novamente a alíquota. Mas estaremos acompanhando o comportamento do mercado e, se preciso for, retomaremos o apoio ao setor”, afirma o secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira.

De acordo com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), por meio do Guia de Trânsito Animal (GTA) emitido pelo Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), é possível constatar que a proporção das saídas interestaduais, quando comparada ao conjunto de operações, aumentou de 3% para 4,5% entre julho e setembro.

Outro dado mostra que no período foi registrada redução da capacidade ociosa das indústrias frigoríficas, de 60% para 40%, e ainda uma melhoria no preço da arroba do boi gordo.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet