Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Notícias / Agronegócio

Hong Kong reabre importações de carne, mas 13 mercados ainda têm suspensão total ao Brasil

Da Redação - Viviane Petroli

28 Mar 2017 - 11:27

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Hong Kong reabre importações de carne, mas 13 mercados ainda têm suspensão total ao Brasil
Hong Kong reabriu a importação da carne brasileira, exceto para as 21 plantas frigoríficas sob investigação da Polícia Federal. A informação é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O Brasil conta hoje com um total de 13 mercados com barreiras aplicadas para além dos 21 Selos de Inspeção Federal (SIFs) suspensos.
 
Além de Hong Kong, segundo o Ministério, já reabriram mercado para as carnes brasileiras a China, Chile, Egito, Coréia do Sul e Barbados.

Leia mais:
Blairo atestará frigoríficos que estão fora de investigação; ofício é garantia a importadores
 
A decisão do país asiático foi adotada nesta terça-feira, 28 de março, após uma teleconferência entre técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e autoridades de governo de Hong Kong, na noite de segunda-feira, 27, para esclarecimento de dúvidas que ainda existiam a respeito da Operação Carne Fraca.
 
Apesar da retirada de restrições de alguns países, o Brasil conta ainda com 13 mercados com barreiras aplicadas para além dos 21 SIFs sob investigação da Polícia Federal e do Ministério da Agricultura. Conforme lista atualizada (clique aqui) divulgada pelo Mapa, Argélia, Jamaica, Trinidade e Tobago, Pananá, Qatar, México, Bahamas, São Vicente e Granadinas, Granada, São Cristóvão e Névis, Marrocos, Zimbábue e Santa Lúcia estão com suspensões temporárias e pedidos de informações.
 
No caso de Santa Lúcia, além da suspensão temporária, foi solicitado recall de produtos no mercado interno.
 
A suspensão do mercado externo quanto à carne brasileira, devido a Operação carne Fraca, tem provocado prejuízos no mercado Mato Grosso e brasileiro. Somente em Mato Grosso em torno de 12 plantas frigoríficas na última semana suspenderam as suas atividades, sendo 10 da JBS, uma da Navi Carnes (Barra do Bugres) e uma da Agra Agroindustrial (Rondonópolis).
 
De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), indicadores apontam em Mato Grosso uma queda de 2,10% do preço do boi gordo entre os dias 20 e 24 de março. Além disso, a escala de abate caiu 0,96 dia.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet