Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 17 de maio de 2021

Notícias / Agronegócio

EFEITO CARNE FRACA

China e Egito reabrem a importação da carne brasileira; EUA decide não embargar a entrada do produto no País

Da Redação - Érika Oliveira

25 Mar 2017 - 11:07

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

China e Egito reabrem a importação da carne brasileira; EUA decide não embargar a entrada do produto no País
A China, um dos maiores importadores do Brasil, decidiu reabrir completamente o mercado às carnes brasileiras. O anúncio foi feito pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi na manhã deste sábado (25), através do site do MAPA. Para Maggi, a decisão da China em retomar as importações trata-se de um “atestado categórico” da qualidade do sistema sanitário brasileiro.

Leia mais:

- Média diária de exportação de carnes caiu de US$ 63 milhões para US$ 74 mil após Carne Fraca

- Governo de Mato Grosso teme prolongamento de suspensão de abates na JBS e possíveis demissões


“Nos últimos dias, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Itamaraty e a rede de embaixadas do Brasil no exterior trabalharam incansavelmente para o êxito que se anuncia hoje. A regularização do ingresso da carne brasileira na China mostra o espírito de confiança mútua entre os dois países e a disposição para dialogar com boa fé”, escreveu o ministro.

Os chineses foram responsáveis, no ano passado, pela importação de 736.576 toneladas de carne, um total de US$ 1,75 bilhão. O País decidiu suspender parcialmente a compra da proteína brasileira após a repercussão gerada pela deflagração da Operação Carne Fraca.

Além da China, México, Japão, Chile, Suíça, Hong Kong – maior comprador de carne do Brasil-e a África do Sul também anunciaram restrições. Além disso, a União Europeia e a Coréia do Sul anunciaram embargos. A Coréia, no entanto, assim como a China voltou atrás da decisão.

Outro país que revogou a decisão de embargos à carne brasileira foi o Egito. A informação foi confirmada pelo secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Elmar Novacki, à reportagem do Agro Olhar.

EUA

Na noite desta sexta-feira (25), a assessoria de imprensa do MAPA também anunciou que os Estados Unidos comunicou oficialmente a decisão de não embargar a entrada de carnes brasileiras, além de seus derivados.

Além disso, informou que o Governo está mantendo permanentemente um diálogo com os outros países que ainda mantém restrições ao mercado, a fim de normalizar o quanto antes a situação. 
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet