Olhar Agro & Negócios

Domingo, 26 de maio de 2019

Notícias / Capacitação

Nobel da Paz fará palestra na UFMT sobre meio ambiente e agricultura

Assessoria UFMT

28 Abr 2016 - 14:00

A Universidade Federal de Mato Grosso promoverá, no dia 12 de maio, a Palestra “Meio Ambiente e Agricultura”, a ser proferida pelo pesquisador, Nobel da Paz, Rattan Lal. O evento será realizado no auditório da Faculdade de Agronomia e Zootecnia (Famevz), às 10h30 e será aberto ao público. Lal aponta a agricultura convencional como um dos fatores que contribuem para a degradação do meio ambiente, e sugere o plantio direto como caminho para a preservação da biodiversidade e a segurança alimentar. Ele também defende sequestro terrestre de carbono como alternativa mais viável para garantir a redução da emissão de gases para a atmosfera. Rattan é professor na Escola de Recursos Naturais da Faculdade de Alimentação e de Ciências Agrícolas e Ambientais da Universidade Estadual de Ohio (EUA); fez mestrado em Nova Delhi, na Índia, e doutorou-se na Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos.

O evento, com entrada franca, tem o apoio institucional da Secretaria de Relações Internacionais (Secri) e do Câmpus Universitário de Sinop. O conferencista contará com seu assistente brasileiro para fazer a tradução da palestra.

Sequestro terrestre de carbono (CO2)

É uma forma de devolver o carbono para o subsolo. Os gases de exaustão produzidos pelas indústrias são separados através de um sistema de filtros que coletam o CO2. Esse gás é comprimido, transportado e depois injetado em um reservatório geológico apropriado, que podem ser campos de petróleo maduros (já explorados ou em fase final de exploração), aquíferos salinos (lençóis de água subterrânea com água salobra não aproveitável) ou camadas de carvão que foram encontradas no solo.

Currículo

Rattan Lal é Professor de Ciência do Solo na Ohio State University, PhD em física do solo pela Universidade Estadual de Ohio (EUA). Ingressou, na década de 70, no International Institute of Tropical Agriculture (IITA), na Nigéria. Em 1987 voltou a Ohio State como professor e pesquisador, onde permanece até hoje, também acumulando funções no Colégio de Recursos Naturais: e Diretor do Programa de Sequestro e Manejo do Carbono. É diretor do Centro de Gerenciamento e Sequestro de Carbono e professor da Escola de Recursos Naturais da Faculdade de Alimentação e de Ciências Agrícolas e Ambientais da Universidade Estadual de Ohio. Especialista internacional em sequestro de carbono, realiza pesquisas relacionadas ao sequestro de carbono em ecossistemas terrestres, dinâmica e processos do solo e gerenciamento de recursos naturais, com ênfase na segurança alimentar e qualidade ambiental nos Estados Unidos, África, América Latina e Índia. Atualmente sua pesquisa está focada na dinâmica do carbono em relação à erosão e qualidade do solo.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet