Olhar Agro & Negócios

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Agronegócio

sustentar é integrar

Produção de alimentos e energia é foco de 14º Congresso da Abag

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Produção de alimentos e energia é foco de 14º Congresso da Abag
Produzir mais em menos é um dos grandes desafios do Brasil e resultados começam a ser vistos, mesmo diante as mudanças financeiras do país, como é o caso da retração dos preços das commodities. A produção de alimentos e energia é o principal assunto do 14ª Congresso Brasileiro do Agronegócio – Sustentar é Integrar.

O Brasil, segundo o presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Luiz Carlos Corrêa Carvalho, está convocado a liderar a produção para atender a demanda global tanto de alimentos quanto de energia. “Para que isso ocorra é preciso investimentos. O agronegócio brasileiro no lado técnico vez apresentando avanços ‘incríveis’ em biotecnologia, nanotecnologia, etanol, entre outros, mas ainda precisa melhorar para o médio e pequeno produtor”, destacou na abertura do Congresso nesta manhã de segunda-feira (03), em São Paulo.

Luiz Carvalho destacou ainda que do lado político o Brasil vive limitações que persistirão nos próximos anos, podendo a se ver retrocessos se cuidados não forem tomados.

“Crescer de forma sustentável requer muito mais do que vemos hoje. Intensificar a produção de grãos e carne já é fato. Temos com o setor do agronegócio conseguido superar a crise econômica. Nossos recursos naturais chamam a atenção do exterior”, acrescentou o presidente da Abag.

Dois setores ajudam a segurar a economia Brasileira, conforme o governador de São Paulo, Geraldo Alckimin. “A exportação e a Infraestrutura e Logística. Hoje, ferrovia e hidrovia reduzem custos, ao mesmo tempo que geram empregos em suas construções”.

Cortes em Ministérios

De acordo com o secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), André Nassar, apesar do novo corte nos Ministérios ficou decidido no Mapa que a “defesa agropecuária não terá reduções”.




*A reportagem viajou para São Paulo à convite da Associação Brasileira do Agronegócio


Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet