Olhar Agro & Negócios

Domingo, 17 de outubro de 2021

Notícias / Geral

Teoria e prática na capacitação do projeto Biomas na Mata Atlântica

CNA

19 Out 2012 - 15:24

O segundo dia do 3º módulo do curso Projeto Biomas na região da Mata Atlântica, realizado nesta quarta-feira (17), mesclou palestras com a visualização prática do aprendido até então. No auditório da Reserva Natural Vale, em Linhares, no Espírito Santo, o doutor em Solos e Nutrição de Plantas, Luiz Carlos Prezotti, iniciou falando sobre fertilidade do solo. Em seguida, o doutor em Produção Vegetal, César Teixeira, fez palestra sobre sistemas agroflorestais (SAF), aprofundando o tema da visita à fazenda Cupido e Refúgio, um exemplo de sucesso local do sistema.

Ao apresentar os passos iniciais para o planejamento de um SAF, ele lembrou a importância da observação de modelos em campo. “É em fazendas como esta que vemos o resultado de um trabalho de investimento em sistemas agroflorestais. Deve-se ouvir a experiência local dos produtores, com respeito à comunidade e sua diversidade”.

O proprietário da fazenda, Xerxes José Calimã, afirma que a inserção da árvore é fundamental para a propriedade de 200 hectares. “Árvore aqui já é uma questão de sobrevivência”, diz o produtor. A fazenda mantém em sua área 62% de floresta natural. Entre a plantação de cacau, escolhida por ser uma cultura perene, tradicional e que modifica pouco o solo, foram plantadas seringueiras como alternativa econômica e por funcionar como espécie de serviço. A árvore, atípica da região, mas de fácil adaptação, fornece sombra, ajuda no ciclo de nutrição do solo e propicia um ambiente atrativo para animais como o mutum-do-sudeste, ave em situação crítica de extinção, que dispersa nutrientes.

O investimento de Calimã em regeneração florestal e no SAF, modelo agrícola que integrou o saber transmitido pelo pai ao conhecimento tecnológico, ainda o faz planejar uma fazenda futuramente sustentada pelo ecoturismo. “Com manejo sustentável organizado, é possível regenerar o bioma com ganhos econômicos”, completa o proprietário.

Sobre o Projeto Biomas

O projeto é uma parceria entre Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Os estudos já estão sendo desenvolvidos nos seis biomas brasileiros. Os pesquisadores buscam soluções para a produção sustentável de alimentos, a partir da reintrodução da árvore nas propriedades rurais do Brasil. O Projeto Biomas tem o apoio do SENAR, SEBRAE, Monsanto, John Deere e Vale Fertilizantes.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet