Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Notícias / Geral

integração

Câmara debate impacto da Ferrovia Norte Sul para produção gaúcha e catarinense

De Brasília - Vinícius Tavares

17 Set 2012 - 09:27

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal promove audiência amanhã (18.9) para discutir o impacto econômico que a Ferrovia Norte-Sul trará para os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Para o deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), autor do requerimento para realizar o debate, a Ferrovia Norte-Sul é uma obra essencial para a integração logística da Região Sul.

"Seu traçado, uma vez que ainda não nos parece definido naquela região, poderá seguir a partir do Paraná, na direção de Chapecó em Santa Catarina, que é um importante centro agroindustrial do oeste do Estado."

Na opinião do parlamentar, ao entrar no Rio Grande do Sul, a ferrovia poderá passar pelo centro da região das Missões, onde a produção de GRÃOS (arroz, trigo, soja, etc.) terá suas exportações alavancadas.

Seguindo os trilhos cruzarão a região de Lajeado, Santa Cruz do Sul e Encruzilhada, que entre outros municípios, corresponde a quase 100% da exportação de tabaco no País, até chegar ao Porto de Rio Grande, distante aproximadamente 100 kms da divisa com o Uruguai.

Moraes assinalou que o debate é importante para defender a possibilidade inclusive da conexão com outras linhas férreas, como por exemplo a Ferrovia do Frango (em licitação), que partirá do oeste de Santa Catarina em direção ao porto de Itajaí. No Rio Grande do Sul, existe a possibilidade de ligação com a ferrovia que vem de Uruguaiana e é interligada a linhas argentinas.

Convidados
Foram convidados para a reunião:
- os ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho; e dos Transportes, Paulo Sérgio Passos,
- o secretário de Infraestrutura e Logística do Rio Grande do Sul, Beto Albuquerque;
- o secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, Valdir Vital Cobalchini; e
- o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho.
A audiência está marcada para as 14h30, no Plenário 6.
Sitevip Internet