Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Notícias | Geral

inovação e transformação

Ex-presidente do 'Banco do Brics' afirma que construção da Ferrogrão seria peça-chave para logística

Foto: Reprodução

Ex-presidente do 'Banco do Brics' afirma que construção da Ferrogrão seria peça-chave para logística
O economista e ex-presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, o “Banco do Brics”, Marcos Troyjo, afirmou que a Ferrogrão seria a "peça chave" para melhorar a logística de escoamento no país. Para ele, o projeto é inovador e transformador.


Leia também:
"Enxergam o copo meio vazio", diz ex-presidente de comissão da CNA sobre Moratória da Soja


Mato Grosso é o estado com maior produção de grãos no país. A expectativa é de que na safra 23/24 seja produzido mais de 85 milhões de toneladas.

Apesar da alta produtividade, os produtores estão enfrentando dificuldades no escoamento dos grãos já que a malha viária não é suficiente para atender e tem um custo elevado. Em conversa com o Agro Olhar, Marcos Troyjo afirmou que a construção da ferrovia traria benefícios para a infraestrutura e logística.

"É a aquela que seria a peça chave na minha opinião na modernização estrutural do Brasil para fins de escoamento da produção.(...) Ele é muito atraente e muito transformador", disse o economista.

Com um trajeto de aproximadamente 933 km, a Ferrogrão seria uma alternativa à rodovia BR-163, que é uma das principais vias utilizadas.

O traçado da ferrovia começa em Sinop, o Mato Grosso, atravessa o estado do Pará, passando por Itaituba, até chegar a Miritituba.

De acordo com estimativas do governo federal, o investimento previsto na ferrovia é de cerca de R$ 25 bilhões.

"Nesse caso específico eu acho que ele atrairia o interesse de muitas outras instituições do que simplesmente bancos multilaterais de desenvolvimento. Esse projeto da Ferrogrão era uma exceção no sentido que era muito bem desenhado", pontuou Marcos Troyo.

No mês de maio, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu por mais 90 dias o processo que trata da legalidade da construção da Ferrogrão.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet