Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Notícias | Logística

EXPORTAÇÃO

Fávaro afirma que habilitação das primeiras quatro empresas na ZPE de Cáceres será prioridade do governo

Foto: Caroline De Vita

Fávaro afirma que habilitação das primeiras quatro empresas na ZPE de Cáceres será prioridade do governo
O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro (PSD), afirmou que a análise dos pedidos de habilitação das primeiras quatro empresas na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Mato Grosso, localizada em Cáceres (225 Km de Cuiabá), será colocada como prioridade do governo federal.


Leia também
Lula justifica que “falcatrua numa empresa” levou governo a anular leilão do arroz

O processo está na mesa do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB), que comanda o ministério Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços e preside o Conselho Nacional da ZPEs (CZPE).

De acordo com Fávaro, o ministério de Alckmin deve fazer vistorias na ZPE no próximo dia 3 de julho. “Na próxima assembleia das ZPEs brasileiras esse assunto vai ser deliberado. Na próxima terça temos uma agenda com o vice-presidente Geraldo Alckmin, exatamente, para colocar como prioridade a aprovação dessas primeiras quatro empresas”, disse, em conversa com a imprensa, nesta sexta-feira (21), durante plenária em Cáceres, para apresentar o projeto das Rotas de Integração Sul-Americana – Rota Quadrante Rondon.

As empresas que aguardam a habilitação são: Chicken Tech - ligada a fabricação de produtos derivados de frango; a New Glance Ingredientes Nutricionais - de produção e exportação de colágeno; a Ecorf Brasil - associada a produção de equipamentos de despolimerização de resíduos sólidos, que consiste na geração de energia limpa, através de processamento do lixo -; e a TRC Agroflorestal Ltda., antiga “Floresteca” - ligada ao segmento de madeira, especificamente para exportação ao mercado externo (Índia e China).

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet (MDB), também destacou a importância de a ZPE estar em funcionamento, uma vez que Mato Grosso tem como principal parceira comercial a China e a rota mais curta para a exportação ser pelo Oceano Pacífico.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet