Olhar Agro & Negócios

Domingo, 03 de março de 2024

Notícias | Emprego

ATÉ OUTUBRO

Mato Grosso gerou mais de 57 mil novos empregos no acumulado do ano

Foto: Divulgação

Mato Grosso gerou mais de 57 mil novos empregos no acumulado do ano
Os dados levantados pelo Núcleo de Inteligência de Mercado da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), junto ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), revelaram um cenário dinâmico no mercado de trabalho em Mato Grosso no mês de outubro. Com 50.197 admissões e 48.310 desligamentos, o Estado registrou um saldo positivo de 1.887 novos postos de emprego.

Leia também:
Incentivos fiscais para 22 segmentos que geram empregos em MT são prorrogados

Em relação ao perfil das contratações, é possível destacar que 82,72% das novas contratações foram de mulheres, indicando uma representatividade significativa. Além disso, 66,56% são jovens entre 18 e 24 anos, e 66,2% possuem o ensino médio completo, evidenciando uma forte presença da juventude no mercado formal.
Sobre os setores, o de comércio liderara as contratações em outubro, com um saldo de 1.078, seguido por Serviços (842) e Indústria (409). A Construção e a Agropecuária.

Contudo, os grupos de trabalho que mais se destacam nas contratações incluem Trabalhadores dos Serviços, Vendedores do Comércio e Mercados (1.147), Trabalhadores de Serviços Administrativos (931) e Trabalhadores de Produção de Bens e Serviços Industriais (298).

Em relação a outubro de 2022, o saldo de contratações cresceu expressivos 136%. Já no acumulado de janeiro a outubro de 2023, foram registradas 536.188 admissões e 478.691 demissões em Mato Grosso, resultando em um saldo positivo de 57.497. O estoque de empregos formais chegou a número de 891.641.

Dados Cuiabá

Ao analisar somente a capital, o mês de outubro fechou com 10.230 admissões e 9.716 desligamentos em outubro, gerando um saldo positivo de 514 novos empregos formais. Nota-se que 79% das novas contratações são homens, e 34,82% são jovens entre 18 e 24 anos.

Comparando com outubro de 2022, o número de empregos gerados fico -60,6%. Já no acumulado de 2023, Cuiabá apresenta 106.055 admissões e 97.553 demissões, resultando em um saldo positivo de 8.502 contratações. Os setores que mais se destacam nas contratações são Serviços (4.639), Construção (2.127), Comércio (1.092), Indústria (587) e Agropecuária (57).

Contexto PNAD

Ao analisar os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), destaca que a taxa de desocupação em Mato Grosso foi de 2,4%, sendo a menor dos últimos 11 anos, enquanto a taxa de ocupação alcançou 64,1%, representando mais de 1,812 milhão de pessoas no Estado.

Para o superintendente da CDL Cuiabá e responsável pelo Núcleo, Fábio Granja, os números apresentados demonstram que Mato Grosso tem conseguido manter sempre positivo os saldos de empregos gerados. "Mato Grosso tem se destacado cada vez mais na geração de empregos formais, sempre entre os três Estados com menor taxa de desemprego do país e com potencial de empregar ainda mais. Instituições com a CDL e a FIEMT tem tentado ajudar esses números a subirem, um exemplo foi a feira de empregos ocorrida em conjunto no mês de outubro que deverá colaborar para um saldo positivo também para novembro", disse ele. (Com informações da assessoria)
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet