Olhar Agro & Negócios

Sábado, 18 de maio de 2024

Notícias | Emprego

confira dados

Mato Grosso é o quarto maior estado do país na geração de empregos em junho

Foto: Reprodução

Mato Grosso é o quarto maior estado do país na geração de empregos em junho
Com saldo positivo de 10.683 novos postos de trabalho com carteira assinada no mês de junho, o estado de Mato Grosso registrou o quarto maior crescimento na geração de empregos no país, atrás somente de São Paulo (36.418), Minas Gerais (25.537) e Rio de Janeiro (13.490). O saldo atual, segundo análise do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT), está 234,37% superior no comparativo com o mês anterior, quando o indicador totalizou apenas 3.195.


Leia mais 
Mato Grosso registra saldo positivo de mais de 3500 contratações no mês de abril

No acumulado do ano, de janeiro a junho, o estado registrou um total de 324.442 admissões, 284.323 desligamentos, resultando em um saldo positivo de 40.119 vagas preenchidas. O setor de serviços liderou a geração de empregos, com saldo positivo de 16.225, seguido pela agropecuária (8.347), construção (6.275), indústria (5.792) e comércio (3.480). Neste período, 42% dos contratados estavam entre 18 a 24 anos, e 72% são homens.

Dentre os novos empregados, 37% estavam na faixa etária de 18 a 24 anos, e 86% são homens. Em relação aos setores que mais contrataram e ficaram com saldos positivos de emprego, estão: Agropecuária (4.777); serviços (2.540); indústria (1.178); comércio (1.150); e construção (1.038).

Vale destacar também que em Mato Grosso o salário médio real de admissões em junho foi de R$1.962,15, com um aumento de R$41,00 em comparação com o valor de maio (R$1.921,12).

Os dados nacionais registraram um número de 157.198 admissões superiores a demissões, crescendo 1,34% ante ao mês anterior, quando este exibiu saldo de 155.123 empregos. Contudo, o valor mostrou uma queda de 44,84% no comparativo com o mês de junho do ano passado, quando o saldo registrava 285.009 empregos.

Quanto ao estoque nacional, os setores de serviços e comércio, somados, totalizaram 30,6 milhões de empregos com carteira assinada no mês de junho, representando 70% do montante total do país.

(Com informações da assessoria)
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet