Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Notícias | Energia

mais de 40 mil casos

Fraudadores de energia sonegam R$ 100 milhões em impostos em Mato Grosso

Foto: Assessoria

Fraudadores de energia sonegam R$ 100 milhões em impostos em Mato Grosso
Em 2022, Mato Grosso perdeu mais de R$ 100 milhões em impostos. A estimativa é feita pela Energisa, que está intensificando as ações de combate ao furto de energia. Os impostos são arrecadados diretamente quando há a emissão da fatura. De acordo com os números do próprio governo, o volume que deixou de ser pago em tributos no ano passado daria para construir, pelo menos, 20 escolas novas.


Leia mais
Mato Grosso está em 4º lugar no ranking de “gatos” no país; furto de energia é tributado


Segundo a Energisa, mais de 40 mil casos foram identificados em 12 meses. Neste mês, uma operação conjunta com a Polícia Civil flagrou uma fraude no sistema de medição de um frigorífico em Colíder, no norte do estado. O responsável pela empresa foi preso. A companhia estima que, só nesse caso, R$ 1,8 milhão de imposto deixou de ser pago.

O coordenador de combate a perdas da Energisa Mato Grosso, Danilo Rezende, reforça que essas ligações clandestinas são crime. “São R$ 100 milhões que poderiam estar sendo investidos em educação, cultura e infraestrutura no nosso estado. Além disso, o dinheiro pago à empresa pelo serviço de distribuição de energia é usado em novos investimentos, levando luz com qualidade a todas as regiões”, comentou Danilo.

O coordenador ainda cita que, quem rouba energia, está lesando toda a sociedade. “Por isso, a gente reforçou ações contra o furto, em parceria com a Polícia Civil e vamos trabalhar de forma incansável para achar esses criminosos. Então, pedimos o apoio da população”, explica Danilo.

Como denunciar fraudes

Caso suspeite desse tipo de prática, o cliente pode denunciar de forma anônima. A denúncia pode ser feita pelo Call Center 0800 646 4196 (ligação gratuita), em uma das agências de atendimento, na assistente virtual Gisa (opção 15), ou no site da Energisa.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet