Olhar Agro & Negócios

Sábado, 18 de maio de 2024

Notícias | Pecuária

MERCADO CHINÊS

Fávaro anuncia suspensão do embargo à carne bovina brasileira após caso da 'Vaca Louca'

Foto: Reprodução

Fávaro anuncia suspensão do embargo à carne bovina brasileira após caso da 'Vaca Louca'
O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, anunciou que o governo chinês decidiu levantar o embargo à carne bovina brasileira nesta quinta-feira (23). Fávaro se reuniu com o ministro da Administração Geral da Aduana Chinesa (GACC), Yu Jianhua, em Pequim, para tratar do assunto. A liberação das exportações é para as carnes de animais abatidos a partir do dia 24 de março.


Leia também:
Ministério da Agricultura suspende exportações de carne para China após caso de 'Vaca Louca'

“A grande audiência do dia foi na GACC, o equivalente aos órgãos sanitários brasileiros, onde nós tivemos com o ministro e ele fez o grande anúncio do levantamento da suspensão dos embargos da carne bovina brasileira por conta do mal da vaca louca. Isso era esperado há alguns dias”, anunciou o ministro, que agradeceu os envolvidos neste processo.

“Eu quero agradecer imensamente, primeiramente a confiança do presidente Lula que nos transmitiu e deu total liberdade para trabalhar. Agradecer todo o corpo técnico do Ministério da Agricultura. Agradecer o governo do Pará, o governador Helder Barbalho, a sua equipe técnica, foram rápidos e eficientes também detectar o caso. Agradecer os pecuaristas brasileiros que confiam no sistema e nos alertam quando tem alguma suspeita para que tenhamos credibilidade mundo afora com a carne brasileira. Apontou o caso, investiga, presta conta e isso nos dá cada vez mais oportunidade de abrir os mercados. Enfim, agradecer ao governo chinês que nos fez uma carta muito elogiosa, elogiando o sistema de defesa brasileiro, elogiando a forma como que foi tratado o caso, certamente isso vai gerar oportunidade”, completou.

Para Fávaro, o desempenho e a forma o caso foi tratado eleva a credibilidade da pecuária no Brasil com o mercado chinês. “O Brasil ganha credibilidade, contrata as coisas com seriedade. Isso vai resultar mais habilitações, mais carne brasileira sendo vendida pra China, suínas, bovinas, de aves e, tenho certeza de que as oportunidades de emprego e de oportunidade de renda vai ser transmitida ao povo brasileiro”, estima.

As importações do Brasil estavam suspensas desde 23 de fevereiro em decorrência do caso de Encefalopatia Espongiforme Bovina (mal da “vaca louca”) em um animal macho de 9 anos, em uma pequena propriedade no município de Marabá (PA).
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet