Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Notícias | Geral

predominância de MEIs

Décima mais rica do agro, cidade mato-grossense abre mais de 800 empresas durante a pandemia

Foto: Acenm

Décima mais rica do agro, cidade mato-grossense abre mais de 800 empresas durante a pandemia
Em dois anos de pandemia, 840 novas empresas foram abertas em Nova Mutum (259 km de Cuiabá), segundo o DataSebrae. Entre os portes, os Microempreendedores Individuais (MEI) são os mais numerosos na cidade. Vale destacar que o município é o 10º mais rico do agronegócio no Brasil, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 

Leia também:
Cobra de 1,5 metros é encontrada camuflada em vaso de planta em casa de Cuiabá; veja vídeo

De acordo com a assessoria da Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (Acenm), o município atingiu 5.745 CNPJs ativos (matriz + filiais), um aumento de 17,12% durante o período. O percentual ficou acima da média do estado de Mato Grosso e do Brasil, que, respectivamente, tiveram um crescimento de 7,14%, com 24.321 novos CNPJs abertos no período, e 3,53%, com 678.845 novas empresas.

“O fato de Nova Mutum estar muito acima das médias estadual e nacional mostra que o município tem um bom ambiente, favorável à abertura de empresas. Sem dúvida é resultado de políticas públicas de incentivo e principalmente efeito direto do desenvolvimento agropecuário da região”, comenta Ronnie Sfredo, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Classificação por porte

Entre os portes, os Microempreendedores Individuais (MEI) são os mais numerosos em Nova Mutum, com 2.409 CNPJs ativos. Microempresas (ME) vêm em seguida, com 2.304 CNPJs ativos. Empresas de Pequeno Porte (EPP) são 514 e os demais portes somam 518.

“Essa quantidade de MEIs em tão pouco tempo é algo muito interessante, lembrando que a criação desse modelo se deu em 2008. Atualmente é o porte empresarial que mais vemos. Sem dúvida proporcionou a formalização de vários autônomos, que agora podem ter acesso à conta e crédito bancário”, analisa o presidente da Acenm, Lirio Vitalli.

Classificação por setor

Já entre os setores, Serviços lidera com 2.505 estabelecimentos ativos. Comércio está com 1.867, Construção Civil com 586, Indústria com 567 e Agropecuária com 219 CNPJs ativos.

Classificação por atividade

Entre as atividades, destaque para o Comércio Varejista de Confecções, que conta com 327 cadastros ativos. O Transporte Rodoviário de Carga figura em segundo, com 282 empresas.

 

 

 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet