Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Notícias / Logística

R$ 6,7 bi em contratos

Governo assina contratos de concessão para rodovias e MT passa a ter 1.394 km sob este regime; veja pedágios

Da Redação - Isabela Mercuri

06 Mai 2021 - 09:52

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Governo assina contratos de concessão para rodovias e MT passa a ter 1.394 km sob este regime;  veja pedágios
O governo do Estado assinou, na manhã desta quinta-feira (6), três contratos de concessão de rodovias localizadas em pontos distintos de Mato Grosso. O total em contratos é de R$ 6,7 bilhões, e devem ser criadas, no total, oito novas praças de pedágio. Segundo o governador Mauro Mendes (DEM), o Estado vai garantir a segurança jurídica às empresas ganhadoras das concessões.

Leia também:
MT é 5º estado que mais exporta e o maior em termos de agronegócio, avalia Observatório

O total em quilômetros de parceria social é de mais de 419, divididos em três lotes. O primeiro lote, segundo o secretário de Estado de Infraestrutura Marcelo Padeiro, será da MT 220, do entroncamento de Irabapurã até Sinop. A empresa ganhadora foi a Via Norte e Sul. Neste lote, o total de quilômetros é de 138, com R$ 267 milhões de investimentos previstos nos 30 anos de concessão. Neste trecho, devem ser criadas duas praças de pedágio, com tarifa de R$ 8,25.

O segundo lote vai de Jangada a Tangará. A empresa ganhadora foi Via Brasil 246. O contrato é de R$3.177 bilhões e estão previstos R$ 816 milhões em investimentos em 30 anos. Neste trecho serão implantadas quatro praças de pedágio com tarifa de R$ 7,90 por praça. No total são 233 quilômetros das rodovias MT 246, MT 343, MT 358 e mais.

Já o terceiro lote refere-se a 140,6 quilômetros da rodovia MT 130, de Primavera do Leste a Paranatinga. A empresa vencedora foi ‘Rota dos Grãos’, o contrato é de R$ 1,9 bilhão e o investimento previsto em 30 anos é de R$ 365,8 milhões. Neste trecho, devem ser implantadas duas praças de pedágio com taxa de R$7,90 por praça.

Também foram assinados contratos para conservação e recuperação de outras rodovias. Segundo Marcelo de Oliveira, secretário da Sinfra, Mato Grosso tem se destacado no país como a maior economia agropecuária brasileira. “Nosso foco é no desenvolvimento, qualidade de vida do cidadão e melhoria na logística para que os empresários e produtores possam fazer seu desenvolvimento”, defendeu.

Em artigo na última quarta-feira (5), Mauro comemorou as concessões. "Com esses novos contratos, Mato Grosso passa a contar com 1.394 km de rodovias sob regime de concessão, sendo 700,8 km somente na atual gestão. Outros 419 km foram concedidos nos últimos dois anos às PPPs sociais. Somam-se a isso medidas e ajustes fundamentais que deixaram o estado economicamente equilibrado, com segurança jurídica nos incentivos fiscais, burocracia reduzida, ambiente favorável aos negócios e o maior investimento público em ações estruturantes de Mato Grosso (R$ 9,5 bilhões) em todas as áreas. O desenvolvimento tem acontecido em efeito dominó", afirmou.

"Com menos despesas para manutenção, mais recursos podem ser investidos em novas obras, que melhoram o trânsito, atraem investimentos, empresas, oportunidades, postos de trabalho e renda. Um jogo de ganha-ganha que vai manter Mato Grosso em ascensão econômica e possibilitará distribuir essa riqueza com a população", completou o governador.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet