Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 17 de maio de 2021

Notícias / Geral

FACILIDADE AOS COOPERADOS

Sicoob se torna a primeira instituição financeira cooperativa a integrar plataforma do Governo Federal

Da Redação - Michael Esquer

22 Fev 2021 - 11:12

Sicoob se torna a primeira instituição financeira cooperativa a integrar plataforma do Governo Federal
O Sicoob se tornou a primeira instituição financeira cooperativa a fazer parte do portal do Governo Federal na internet e no aplicativo gov.br. A novidade é resultado de um acordo com a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e possibilitará aos cooperados da instituição o acesso a serviços públicos na plataforma do governo, com a mesma senha que acessam a sua conta corrente.

Leia também:
Em ano atípico, Sicoob Credisul cresce 80% em 2020 e espera continuar crescendo

Formado por mais de 5 milhões de pessoas, o público do Sicoob agora poderá acessar os serviços digitais do governo utilizando as mesmas credenciais de acesso utilizadas no aplicativo da instituição. Com isso, o acesso dos cooperados pessoas físicas a serviços do governo federal, além de serviços das unidades federativas (UFs) e municípios também já integrados à plataforma, deverá ser facilitado ainda mais. 

Para Antônio Vilaça Júnior, diretor executivo de Tecnologia da Informação do Sicoob, a novidade trará acesso fluído aos serviços do governo acessados na Internet pelos cooperados da instituição.

Atualmente, o portal do Governo Federal conta com mais de 4,1 mil serviços e com a utilização das credenciais do Sicoob, além de não precisar criar uma nova senha e memorizá-la, os cooperados evitam deslocamentos a órgãos públicos e passam a contar com soluções na palma das mãos.

"Dentro da iniciativa estratégica de open banking buscamos soluções que simplifiquem o cotidiano de nossos cooperados. Estimular o uso de canais digitais, ainda mais em tempos de pandemia, e oferecer ferramentas cada vez mais completas e fáceis de serem utilizadas está no nosso DNA", afirma Vilaça.

Plataforma do Governo Federal

Hoje, 93 milhões de pessoas têm cadastro no gov.br . Entre os principais serviços oferecidos pelo portal estão o Meu INSS, a Carteira Digital de Trânsito, a Carteira de Trabalho Digital, Sacar Abono Salarial e Solicitar Seguro-Desemprego, entre tantos outros. 

Segundo Luis Felipe Monteiro, secretário de Governo Digital do Ministério da Econômia, o principal objetivo do acordo entre o governo e o Sicoob é a oferecer facilidade ao cidadão. "Nosso objetivo é facilitar ao máximo a vida do cidadão que precisa acessar e resolver suas demandas com o governo federal, de forma ágil e segura. A integração do Sicoob possibilita que seus cooperados em todo o país não precisem memorizar múltiplos códigos, logins e senhas nem fazer cadastros adicionais nos sistemas de governo", ressalta.

gov.br também permite o acesso a serviços digitais do Distrito Federal, de 11 estados e de 74 municípios. Os estados integrados à ferramenta são: Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. As 27 Juntas Comerciais do país também estão interligadas ao gov.br.

Nos estados e nos municípios que aderiram ao gov.br, os cooperados agora podem acessar os serviços digitalizados por meio da senha do aplicativo do Sicoob. Além de resolver pendências com a União, o usuário pode ter o acesso ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), arrecadado pelos estados, ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e taxas de limpeza e de iluminação pública, administrados pelos municípios que já tenham aderido ao gov.br

A parceria entre a instituição e o governo federal é estratégica, já que as cooperativas têm ampla presença no interior do Brasil. Inclusive em 307 municípios brasileiros, o Sicoob é a única instituição financeira em pleno funcionamento. Por isso, segundo Vilaça, este é um passo importante para a democratização e a simplificação do acesso a esses serviços públicos em diversas regiões, uma questão de cidadania e que reforça o papel do Sicoob em levar a transformação para a vida da população em todas as comunidades em que está inserido, promovendo a responsabilidade social e financeira nesses locais.

O processo é muito simples, conta com rigorosos padrões de segurança e será utiliza-do apenas pelos cooperados que desejarem essa facilidade. Com esta integração, o governo tem acesso apenas ao nome completo, CPF, telefone e e-mail do usuário. Com a mesma facilidade que realizam a integração, os cooperados podem revogar esse consentimento por meio do aplicativo do Sicoob.

Como acessar

Ao acessar sites ou aplicativos governamentais que permitam a autenticação por meio da opção gov.br, o cooperado será direcionado a uma tela de autenticação que apresentará a opção 'Bancos Credenciados'. Ao acioná-la e selecionar o Sicoob entre as instituições, o cooperado será direcionado para o ambiente do Sicoob, onde informará suas credenciais de acesso e receberá uma mensagem no App Sicoob com código de confirmação. Em seguida, deve clicar em "autorizar".

Após este processo, será convidado a aprovar o compartilhamento dessas informações, bem como orientado sobre a forma como pode revogar essa decisão. Ao final dessa etapa, o cooperado será direcionado ao serviço que acessou originalmente já de forma identificada.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet