Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

Notícias / Energia

redução de custos

Consórcio possibilita desconto de 20% na energia elétrica para empresas mato-grossenses

Da Redação - Fabiana Mendes

15 Dez 2020 - 15:30

Foto: Reprodução

Usina hídrica.

Usina hídrica.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) firmou parceria com o consórcio Mato Grosso Energia Renovável, que proporciona a pessoas jurídicas com sede em Mato Grosso a oportunidade de reduzir os custos com energia elétrica, sem necessidade de investimentos, sem fidelidade e adequações em sua rede.

Leia mais:
Ao custo de R$ 594,99, cesta básica em Cuiabá é uma das mais caras do Brasil

Através do compartilhamento de energia de uma usina hídrica já em operação, o consórcio oportuniza aos consorciados um benefício que pode chegar a até 20% do valor pago para a Energisa.

“Esse benefício pode ser ainda maior e chegar até a 25%. Foi o que ocorreu agora no mês de dezembro, pois todos os consorciados participantes ficam isentos da cobrança da bandeira tarifária. A energia é injetada na unidade consumidora dos nossos lojistas filiados e eles pagam somente pela energia consumida/compensada com valor já reduzido, ficando na fatura da Energisa apenas o custo mínimo em torno de R$ 150”, explica o gerente administrativo da Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum/CDL, Rodrigo Rigoni.

Segundo informações da assessoria e imprensa, a adesão é muito simples. A empresa interessada deve ser associada à Acenm ou CDL e não ter restrições em seu CNPJ. A Acenm/CDL envia a conta de energia para o consórcio, que faz uma simulação de viabilidade da unidade consumidora. Não há fidelidade e o investimento é zero. Há apenas uma taxa de adesão de R$ 150.

“Para aderir, o único trabalho que o associado tem é documental. Há um contrato junto a uma procuração, onde o consórcio representa a empresa perante a Junta Comercial e a Energisa, e esse contrato requer assinatura com firma reconhecida”, finaliza Rigoni.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet