Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Notícias / Geral

Aprosoja diz que reunião de Conselho Fiscal foi suspensa pois documentos estavam sendo vazados

Da Redação - Vinicius Mendes

26 Out 2020 - 11:41

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Aprosoja diz que reunião de Conselho Fiscal foi suspensa pois documentos estavam sendo vazados
A diretoria da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja) afirmou que as reuniões do Conselho Fiscal da Entidade foram suspensas pois documentos, deliberações estratégicas e conteúdos têm sido vazados. Além disso, afirmou que já interpelou judicialmente e criminalmente o Conselho Fiscal e alguns de seus membros.
 
Leia mais:
Defesa de Misael pede que Google e Facebook excluam vídeos que indicam suposta compra de apoio
 
A reunião de avaliação do plano de ação e de análise de balancete do primeiro e segundo trimestres estava prevista para ocorrer na última sexta-feira (23). A reunião acontece de maneira ordinária a cada trimestre e tem como intuito a análise das contas da associação.
 
Membros do Conselho criticaram o ato e disseram que não houve qualquer justificativa para o cancelamento da análise das contas. A auditoria externa foi notificada para que nenhum documento fosse entregue aos conselheiros.
 
Segundo a Aprosoja, o motivo do cancelamento foi os vazamentos de documentos que vêm ocorrendo à imprensa e em grupos de WhatsApp. Por meio de nota a Associação também disse que alguns membros do Conselho Fiscal vêm publicamente a honra dos membros da atual diretoria, afirmando que está havendo irregularidades na atual gestão, “todavia, sem nenhuma comprovação”.
 
A Aprosoja ainda afirmou que todas as prestações de contas da atual gestão foram aprovadas por seus associados em Assembleia Geral. Comunicou que já interpelou judicialmente e criminalmente o Conselho Fiscal e alguns de seus membros, para que comprovem os fatos alegados, ou mesmo, se retratem diante das inverdades proferidas.
 
Leia a nota na íntegra:


A Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja), neste ato representada por sua Diretoria, tendo em vista matérias que já circulam na imprensa no dia de hoje (23/10), vem a público esclarecer que na quinta-feira (22/10) notificou o Conselho Fiscal da Entidade sobre a suspensão de suas reuniões.
 
Este fato se deu, porque frequentemente, conteúdos das reuniões do Conselho Fiscal, bem como deliberações estratégicas e documentos da Aprosoja vêm sendo vazados para a imprensa e para diversos grupos de WhatsApp.
 
Além disso, alguns membros do Conselho Fiscal, vêm publicamente, principalmente em grupos de WhatsApp, ofendendo a honra dos membros da atual diretoria, afirmando que está havendo irregularidades na atual gestão, todavia, sem nenhuma comprovação.
 
Ante tudo isso, a Diretoria da Aprosoja já interpelou judicialmente e criminalmente o Conselho Fiscal e alguns de seus membros, para que os mesmos comprovem os fatos alegados, ou mesmo, se retratem diante das inverdades proferidas e, para tanto, esta mesma Diretoria também tomou por deliberação, suspender as reuniões do Conselho Fiscal, bem como o acesso deste aos documentos internos da Entidade, até que os fatos sejam esclarecidos judicialmente, consensualmente ou retratados.
 
Vale ressaltar que todas as prestações de contas da atual gestão da Diretoria da Aprosoja foram aprovadas por seus Associados em Assembleia Geral, sempre com parecer favorável desse Conselho Fiscal e da auditoria independente.
 
A atual Diretoria da Aprosoja sempre primou pela transparência, austeridade e boa gestão da Entidade, e jamais permitirá que alguns mínimos de seus Associados ou membros de seus órgãos, maculem esta imagem.
 
A Aprosoja destaca, ainda, que todos estes fatos têm a única e exclusiva intenção de interferir nas eleições da Entidade que ocorrerão no próximo dia 09 de novembro.
 
Atenciosamente,
Diretoria da Aprosoja

Comentários no Facebook

Sitevip Internet