Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Notícias / Geral

Perto do Natal, preço do etanol sofre novo reajuste em postos de Cuiabá

Da Redação - José Lucas Salvani

20 Dez 2019 - 16:10

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Perto do Natal, preço do etanol sofre novo reajuste em postos de Cuiabá
Há cinco dias do Natal, o preço do etanol sofreu um novo reajuste. Enquanto nas usinas o valor do litro é R$ 2,31, as distribuidoras repassam aos postos o preço aproximado de R$ 2,59, aponta o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (Sindipetróleo). Em Cuiabá, conforme dados coletados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), entre 24 e 30 de novembro, o etanol chegou atingir o valor máximo de R$ 2,79.

Leia mais:
Em alta, preço do etanol chega a pico de R$ 2,79 nos postos de Cuiabá

“O reajuste não é algo que está ocorrendo em Cuiabá ou em Mato Grosso. Reajustes tão consideráveis também não são bons para a revenda e os empresários não podem ser vistos como vilões por conta disso. Este esclarecimento é para dizer que os aumentos não são decididos pelos postos apenas. Aliás, os postos fazem parte do último elo da cadeia de comercialização dos combustíveis”, destaca Nelson Soares Júnior, diretor-executivo do Sindipetróleo.

Apesar do reajuste, dados divulgados no final de novembro apontam que o estado de Mato Grosso possui o etanol mais barato da região Centro-Oeste, com R$ 2,729 o litro. Todavia, possui a gasolina, diesel e diesel S-10 mais caros da região, que são vendidos por R$ 4,676, R$ 4,145 e R$ 4,25, respectivamente, o litro.

O estado de Goiás possui os diesel e diesel S-10 mais baratos, por R$ 3,839 e R$ 3,942. A gasolina mais barata fica no Distrito Federal (DF) pelo valor de R$ 4,399. Já o etanol mais caro está sendo comercializado por R$ 3,551, o litro, em Mato Grosso do Sul.

Em relação ao Centro-Oeste, a região possui o litro mais barato no valor-médio, pelo terceiro mês consecutivo. Com o litro comercializado a R$ 3,157, o valor chega a ser 17% menor que a média encontrada pelo combustível nos postos do Norte, que foi de R$ 3,826. No último mês, a gasolina e o diesel registraram alta de 1% e 2,5%, respectivamente.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet