Olhar Agro & Negócios

Domingo, 25 de outubro de 2020

Notícias / Energia

MRV constrói cinco condomínios com unidades de geração de energia fotovoltaica

Da Redação - José Lucas Salvani

21 Nov 2019 - 10:01

Foto: Reprodução

MRV constrói cinco condomínios com unidades de geração de energia fotovoltaica
A cidade de Cuiabá é a quinta do Brasil com a maior potência de energia solar instalada, aponta a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), com 12,4 MW. O estado de Mato Grosso também ocupa a mesma posição no ranking dos estados, com uma potência instalada de geração de energia da ordem de 81,7 megawatts (MW). Na capital, a MRV está construindo cinco condomínios que contarão com unidades próprias de geração de energia fotovoltaica.

Leia mais: 
Empresa garante economia de até 90% em conta com uso de energia solar e incentiva instalação antes de nova taxação

Em meio a 160 cidades com atuação da construtora no país, Cuiabá foi a segunda praça comercial a receber um residencial com esse item agregado, destaca a companhia. Agora, estão em fase de obras os condomínios Chapada Boulevard, Chapada dos Pinhais, Chapada das Borboletas, Chapadas dos Colibris e Chapada das Oliveiras.

O diferencial de mercado também se estende a Várzea Grande, com a construção dos residenciais Chapada das Violetas, Chapada dos Ipês e Chapada do Bosque. Juntos, os oito novos condomínios nas duas maiores cidades mato-grossenses somarão a oferta ao mercado imobiliário de mais de 2.800 unidades habitacionais. Os residenciais seguem o padrão de apartamentos com dois quartos, ampla infraestrutura urbana, em lazer e segurança, sendo elegíveis pelo programa Minha Casa Minha Vida.

A estimativa da empresa é que seja economizado até 30% no valor da taxa mensal de condomínios. Isso se dá ao suprir o consumo das áreas comuns, incluindo iluminação, cerca elétrica, portão eletrônico e bomba de piscina.

O início das operações dessas usinas se dá com a instalação de medidores pela concessionária de energia elétrica do Estado. Com a mensuração do insumo produzido, a energia elétrica é disponibilizada ao chamado Sistema Interligado Nacional (SIN), gerando créditos de energia aptos à compensação na fatura mensal paga pelo consumidor pela energia efetivamente consumida.

“Estamos falando de uma energia limpa, renovável, eficiente e segura ao consumo. A MRV iniciou a instalação dessa tecnologia de forma pioneira no segmento no Brasil e até 2022, todos os novos projetos serão lançados com essas unidades próprias de geração de energia fotovoltaica”, registra Márcio Galvão, gestor de Engenharia da MRV em Mato Grosso.  

Comentários no Facebook

Sitevip Internet