Olhar Agro & Negócios

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Geral

Arrecadação no setor de bares e restaurantes aumenta R$ 14 milhões com o Nota MT

Da Redação - José Lucas Salvani

16 Nov 2019 - 10:15

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Arrecadação no setor de bares e restaurantes aumenta R$ 14 milhões com o Nota MT
A arrecadação no setor de bares e restaurantes aumentou em R$ 14 milhões desde a aplicação do Programa Nota MT. Além do incremento, o número de emissões de notas fiscais também cresceu mais de 10%, de acordo com secretário da Fazenda, Rogério Gallo. O último sorteio do programa aconteceu nesta quinta-feira (14) e premiou 1003 mato-grossenses.

Leia mais:
Quarto sorteio do Nota MT premia mais de mil pessoas; Veja ganhadores

“Percebemos uma sensível melhora na arrecadação de alguns setores, sobretudo de bares e restaurantes onde a gente consegue observar claramente um incremento de R$ 14 milhões. Esperamos que com a reforma que fizemos aqui no estado, em relação a nova sistemática de apuração e recolhimento de [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] ICMS, a gente tenha um incremento ainda mais significativo no próximo ano”.

Para o secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o Nota MT é um exercício de cidadania e precisa da participação de toda a população. “O Nota MT é um verdadeiro exercício de cidadania envolvendo realmente toda a população do estado de MT. O envolvimento de todos nós, essa cultura do comércio, de pedir o CPF na Nota, é fundamental para nosso sucesso. Temos que continuar falando da Nota MT sempre e para isso dependemos de toda a sociedade mato-grossense”.

Durante o sorteio desta quinta-feira (14), o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, confirmou que o próximo sorteio mensal, programado para o mês de dezembro será realizado na região oeste do estado, na cidade de Cáceres. Desde o mês de outubro, a Secretaria de Fazenda (Sefaz) tem promovido sorteios de forma intercalada nos municípios do interior e na capital, Cuiabá.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet