Olhar Agro & Negócios

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Economia

Com novo reajuste, consumidor paga até R$ 105 por botijão de 13 kg de gás

Da Redação - Thaís Fávaro

07 Mai 2019 - 14:55

Foto: Divulgação

Com novo reajuste, consumidor paga até R$ 105 por botijão de 13 kg de gás
O reajuste de 3,4% no valor do botijão de gás de 13 quilos já reflete em Mato Grosso. Com a majoração, o preço do botijão passou a R$ 26,20 (sem tributos) nas refinarias e nas distribuidoras de Cuiabá e no interior do Estado, o consumidor precisa desembolsar até R$ 105 pelo gás liquefeito de petróleo (GLP). Antes do aumento autorizado pela Petrobras no último dia 3, era possível encontrar o produto por R$ 90 na capital. 

Leia mais
Petrobrás anuncia novo aumento no preço do gás de cozinha
 
O último reajuste havia acontecido no dia 5 de fevereiro, quando o valor do gás subiu para R$ 25,33 para as distribuidoras. De acordo com o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) o reajuste oscilará entre 3,3% e 3,6% de acordo com o polo suprimento.

Os ajustes no preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) acontecem trimestralmente para suavizar impactos da volatilidade no mercado externo sobre os valores domésticos.

As distribuidoras têm liberdade para incorporar o valor dos impostos ICMS, PIS/Pasep e Cofins, além de outros custos, por isso o preço para o consumidor final também fica mais alto.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Consumidor
    08 Mai 2019 às 14:10

    Enquanto o cartel continuar o consumidor mato-grossense vai permanecer sendo explorado com o gás mais caro do Brasil. Com a palavra o MPE.

  • Mulher ma
    07 Mai 2019 às 15:37

    Sobe tudo nesse país Menos o salário do trabalhador humilde. E palhacada

Sitevip Internet