Olhar Agro & Negócios

Sábado, 27 de novembro de 2021

Notícias / Economia

Alta demanda

Postos voltam a ficar sem combustíveis em Cuiabá e SindiPetróleo diz que maioria está sem receber

Da Redação - Wesley Santiago

29 Mai 2018 - 15:38

Foto: Reprodução

Postos voltam a ficar sem combustíveis em Cuiabá e SindiPetróleo diz que maioria está sem receber
Os postos de combustíveis voltaram a ficar sem álcool e gasolina em Cuiabá, nesta terça-feira (29). Como a demanda é bastante grande, quando o produto chega, se esgota rapidamente. Forças de segurança do Estado, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Exército brasileiro escoltam caminhões vazios e cheios para tentar garantir o mínimo de abastecimento. Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Mato Grosso (SindiPetróleo), a maioria está sem receber a carga.

Leia mais:
Dono de posto é preso por aumentar em 62% preço de combustível
 
Por volta das 15 horas desta terça-feira, o Olhar Agro & Negócios ligou em alguns postos de Cuiabá. Dos seis que atenderam, apenas o Posto Seminário, localizado na avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha) estava com álcool e gasolina. Já no Posto Renascença, na Historiador Rubens de Mendonça (CPA), só havia gasolina.
 
Conforme a assessoria de imprensa do SindiPetróleo, a maioria dos postos estão sem receber os produtos. Como a demanda é bastante grande, assim que o combustível chega, rapidamente se esgota. Vale lembrar que as carretas com combustível estão sendo escoltadas pelas forças de segurança para que cheguem à Capital.

Ainda conforme o sindicato, na última segunda-feira apenas 20 de mais de 200 estabelecimentos foram reabastecidos. Este número aumentou nesta terça-feira, mas mesmo assim não foi suficiente para atender a demanda.
 
O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Aurélio Amaral, disse à Reuters que a situação deve demorar uma semana para ser normalizada, desde que a greve tenha fim: “Em Minas Gerais, Rondônia, São Paulo, Roraima, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Sergipe a situação ainda é crítica”.
 
Escolta
 
O Exército brasileiro é responsável por escoltar carretas cheias e vazias com o objetivo de normalizar o abastecimento de combustível em Cuiabá e Várzea Grande. Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), duas equipes do Exército estão atuando de formas distintas.
 
Uma das equipes está escoltando carretas vazias, para que elas sejam reabastecidas no Estado de São Paulo: “A Petrobrás tem feito o manejo destas equipes. Estão indo oito veículos nossos”, afirmou Leandro Saraiva, da empresa Dalçoquio.
 
O inspetor Carvalho, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), afirmou que o abastecimento em São Paulo também visará o abastecimento de querosene, visando reabastecer o Aeroporto Internacional Marechal Rondon.
 
Veja o levantamento feito pela reportagem às 15 horas desta terça-feira:
 
  • Posto Dom Bosco – Avenida Dom Bosco (sem álcool e gasolina)
  • Posto Paradise – Rua Barão de Melgaço (sem álcool e gasolina)
  • Posto Seminário – Avenida Tenente Coronel Duarte (com álcool e gasolina)
  • Posto Renascença – Avenida Historiador Rubens de Mendonça (com gasolina)
  • Posto Amazônia Petróleo - ao lado do viaduto do Despraiado (sem álcool)
  • Posto Red Serv - próximo ao viaduto da rodoviária (sem álcool e gasolina)
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet