Olhar Agro & Negócios

Sábado, 27 de novembro de 2021

Notícias / Logística

EM MATO GROSSO

No 7º dia de greve dos caminhoneiros, PRF aponta redução em número de pontos de protesto

Da Redação - Fabiana Mendes

27 Mai 2018 - 09:29

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

No 7º dia de greve dos caminhoneiros, PRF aponta redução em número de pontos de protesto
A greve dos caminhoneiros, que cobra a redução dos impostos para os combustíveis, já entra no sétimo dia com a diminuição significativa nos pontos de bloqueios em rodovias federais de Mato Grosso. De acordo com o serviço de emergência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) (191), na manhã deste domingo (27), apenas 15 pontos de bloqueios foram registrados no Estado. A última atualização na tarde de sábado (26),  apontava 25 pontos. O movimento começou no último dia 21 e já causa o desabastecimento de combustíveis em cidades de Mato Grosso.

Com a situação, o governador Pedro Taques (PSDB) decreto situação de emergência. Segundo o decreto, a situação de emergência autoriza a adoção de algumas medidas para assegurar a prestação de serviços essenciais, como a alocação de recursos orçamentários para custear ações emergenciais e até a utilização de forças de segurança para garantir a livre circulação dos meios de transporte para a distribuição de alimentos e combustíveis.
 
Leia mais: 
 Caminhoneiros afirmam que não se intimidam com decreto federal e aumentam para 30 pontos de bloqueio em MT

Na últiima sexta-feira, 25, decreto do presidente Michel Temer autorizou  o apoio da Força Nacional de Segurança Pública à Polícia Rodoviária Federal, em decorrência dos protestos dos caminhoneiros nas rodovias de todo o país. Apesar da ordem, em todo o país, mais de 560 pontos de bloqueios foram registrado desde então.
 
“Autorizar o emprego da Força Nacional, em caráter episódico e planejado para atuar nas atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em apoio à Polícia Rodoviária Federal, nas atuais manifestações de caminhoneiros e pelo período que estas perdurarem, objetivando resguardar a segurança dos participantes dos eventos e da população em geral, a fim de assegurar a livre circulação nas rodovias federais e coibir eventuais atos de violência”, diz trecho do decreto.
 
Além disso, a Polícia Federal (PF) abriu 37 inquéritos em 25 estados para investigar se houve apoio de empresas de transporte à paralisação dos caminhoneiros, o chamado locaute, o que é ilegal e punível com prisão e multa.
 
“Temos comprovado seguramente que essa paralisação, em parte teve desde o início, a promoção e o apoio criminoso de proprietários, patrões de empresas transportadoras que podem ter certeza, irão pagar por isso”, disse o ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann.
 
As situações que, caso comprovadas, podem se enquadrar na prática de locaute, de acordo com Jungmann, são: empresas que não permitem ou não mobilizam os motoristas para entrega de cargas e que dão suporte seja financeiro, seja com fornecimento de alimento ou ordem para que os motoristas permaneçam paralisados.

A mobilização foi proposta pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e iniciou na manhã da última segunda-feira (21). Em razão dos pesados impostos e do baixo valor dos fretes, a categoria afirma que enfrenta uma grave crise e articula ações em todo o país para evidenciar o descontentamento com a atual política econômica. A PRF mantêm o diálogo com os caminhoneiros.
 
Confira os pontos de manifestação nas rodovias federais em Mato Grosso:
 
  1. BR-070, km 005, em Barra do Garças
  2. BR-070, km 276, em Primavera do Leste
  3. BR-070, km 282, em Primavera do Leste
  4. BR-070, km 383, em Campo Verde
  5. BR-070, km 504, em Cuiabá
  6. BR-364, km 200, em Rondonópolis
  7. BR-364, km 398, em Cuiabá
  8. Br-364. Km 613, em Diamantino
  9. BR-364, km 1120, em Sapezal
  10. BR-163, km 821, em Sinop
  11. BR-163, km 854, em Sinop
  12. BR-163, km 593, em Nova Mutum
  13. BR-174, km 288, em Pontes e Lacerda
  14. BR-174, km 488, em Comodoro
  15. BR-163, km 691, em Lucas do Rio Verde
 
 
(Com Agência Brasil)
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet