Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Notícias | Agronegócio

AGROMT

​Sindicato Rural lança nova feira agropecuária e busca consolidar Cuiabá como capital do agronegócio

Foto: Olhar Direto

​Sindicato Rural lança nova feira agropecuária e busca consolidar Cuiabá como capital do agronegócio
O Sindicato Rural de Cuiabá, em parceria com outros setores do agronegócio, lançaram na manhã desta terça-feira (17) uma nova feira agropecuária, a AgroMT. O evento será realizado no Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro entre os dias 9 e 12 de julho. Será construída no local uma estrutura capaz de receber também outros eventos do setor no futuro. Um dos objetivos dos representantes do setor em Cuiabá é transformar o Parque de Exposições.

Leia mais:
Agronegócio foi principal contemplado por repasse de R$ 3,4 bi do BNDES a MT
 
De acordo com o empresário e presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires, a principal proposta do AgroMT é de consolidar um projeto que pretende fazer de Cuiabá a vitrine do agronegócio.

“Traçamos um projeto amplo que busca fazer da capital uma verdadeira vitrine do agronegócio brasileiro. São ações que se complementam no aniversário dos 300 anos da nossa cidade e buscam integrar o setor com conhecimento e informação de ponta”, disse Pires.

A intenção do AgroMT é ser um evento de agronegócio que apresenta as principais ferramentas do setor: tecnologia, economia e conhecimento, voltado para as principais cadeias produtivas.

O evento será realizado em julho no Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro e o setor busca transformar o parque em um centro de eventos voltados ao agronegócio, consolidando assim Cuiabá como a capital do setor.

“Estamos em uma luta para transformar o Parque de Exposições em um Centro de Eventos do Agronegócio em Mato Grosso. Nós temos no Estado o município de Sorriso, onde existe um decreto presidencial, referendado por um decreto Estadual, colocando Sorriso como a capital do agronegócio no Brasil, nós respeitamos, Sorriso é o município que mais produz no Brasil, mas sem dúvida nenhuma, a capital do agronegócio no país é Cuiabá”, disse.

De acordo com o presidente, pela própria localização, por ser a cidade com o maior número de leitos em hotéis, pelo fácil acesso através de aeroportos, Cuiabá tem o potencial para se tornar um pólo dos eventos de agronegócio.

Será construída uma estrutura no parque com mais de 40 espaços para expositores e empresas. Por causa das obras, neste ano não será realizada a Expoagro.

No local terá um espaço destinado a máquinas, equipamentos, veículos, produtos e serviços destinados à pecuária e agricultura, lançamentos de última geração. Também serão atrações a Vitrine Tecnológica, uma área Agro Gourmet e Festival de Comida da Roça.

No evento também serão realizadas palestras, workshops e outros eventos técnicos. Vários especialistas abordarão palestras de incentivo para alavancar a produção e exportação nos setores agrícolas do Estado entre as quatro principais cadeias produtivas: sojicultura, piscicultura, milhocultura e bovinocultura.

“Cuiabá, sendo a capital do agronegócio, desfruta de uma localização privilegiada por estar no centro da América do Sul, fazendo fronteira com outros estados do país e países vizinhos, sendo capaz de receber pessoas de fora e fomentar o networking entre elas”, afirmou o presidente.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet