Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Notícias / Agronegócio

Apesar de recuar previsão para a soja, Conab aponta recorde de 56 mi/t para Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

09 Mar 2017 - 12:03

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Apesar de recuar previsão para a soja, Conab aponta recorde de 56 mi/t para Mato Grosso
Apesar de recuar em 389 mil toneladas a previsão para a soja em Mato Grosso, a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) prevê para o Estado uma produção de 56,072 milhões de toneladas nesta safra 2016/2017. O volume é 12,647 milhões de toneladas ou 29,1% superior ao volume colhido no ciclo 2015/2016.

Leia mais:
Responsável por 25,5% da produção nacional, Mato Grosso deve colher quase 56 mi/t de grãos na safra 16/17
 
No Brasil a produção esperada é de 222,907 milhões de toneladas e caso a produção nacional se concretize, bem como a de Mato Grosso, o volume a ser colhido no Estado deverá representar uma fatia de 25,1% do total colhido no país.
 
Na safra 2015/2016, Mato Grosso colheu 43,425 milhões de toneladas. A Conab aponta para o Estado uma produtividade neste ciclo 2016/2017 de 3.867 quilos por hectare, um aumento de 24,7%.
 
Apesar da previsão de crescimento na produção geral, a Conab aponta para a soja um decréscimo no comparativo com a perspectiva divulgada no mês de fevereiro. O recuo é de 30,341 milhões para 29,952 milhões de toneladas. Contudo, ao se comparar com o ciclo passado o incremento previsto é de 15,1% ante as 26,030 milhões de toneladas colhidas na ocasião.
 
O relatório da Conab, divulgado nesta quinta-feira, 09 de março, aponta que o crescimento da produção ante o levantamento apresentado em fevereiro deverá vir do milho segunda safra, uma vez que as perspectivas na variação mensal apontam 450 mil toneladas de aumento, um salto de 22,966 milhões de toneladas (fevereiro) para 23,416 milhões. Em comparação a safra 2015/2016 o aumento é de 55,4% ante as 15,072 milhões de toneladas colhidas.
 
Em algodão sãos estimadas 2,446 milhões de toneladas, que após beneficiamento devem resultar 978,6 mil toneladas em pluma de algodão e 1.468 milhão de toneladas de caroço de algodão.
 
Cereais
 
A produção de arroz, de acordo com a Conab, deve crescer 4,4% nesta safra e atingir 457,8 mil toneladas. Já em feijão são previstos 57,6% de aumento chegando a uma produção de 368,9 mil toneladas.
 
Quanto ao girassol a previsão é de 41,9 mil toneladas, um incremento de 17,7% ante a safra anterior.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet