Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 17 de maio de 2022

Notícias | Energia

FISCALIZAÇÃO

Ação flagra 'gatos' em postes; energia seria suficiente para atender mais de mil casas em um ano

Foto: Assessoria Energisa

Ação flagra 'gatos' em postes; energia seria suficiente para atender mais de mil casas em um ano
Em dois dias de ação contra furtos de energia elétrica no bairro Coophamil, em Cuiabá, 35 irregularidades foram constatadas pela distribuidora Energisa. As perdas por conta de "gato" no bairro em questão chegam a 4.360 MWh ao ano, o que daria para fornecer energia para 1.453 clientes residenciais com o consumo de até 250 KWh.

Entre os dias 01 e 02 de fevereiro a Energisa realizou 372 fiscalizações no bairro Coophamil e constatou 35 irregularidades. A ação faz parte da Operação Impacto que a distribuidora realiza, visando identificar possíveis desvios de energia elétrica. A expectativa é vistoriar 1,5 mil unidades consumidoras nos próximos dias.

Leia mais:
Energisa investe R$ 5 mi em troca de transformador em subestação de Cuiabá

O coordenador de Fiscalização da Energisa Mato Grosso, André Augusto Dellani Santin, revela que a constatação de 9% das unidades já fiscalizadas possuírem irregularidades chamou a atenção das equipes.

Quando um cliente faz um gato - expressão popular usada para esta prática - não está prejudicando apenas a empresa. Ele está colocando em risco ele mesmo e toda a vizinhança, prejudicando a qualidade do fornecimento de energia e no fim das contas, a conta deste desvio para todos os clientes", pontua André Augusto Dellani Santin.

Ao todo 25 equipes da Energisa percorrem o bairro. Na manhã de quarta-feira, 02 de fevereiro, as equipes da distribuidora de energia contaram com a parceria dos profissionais da Polícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Mato Grosso.

De acordo com o coordenador de Fiscalização da Energisa Mato Grosso, é possível identificar os locais com mais irregularidades por mapeamentos feitos pelo setor especializado por combate a perdas da empresa.

Santin comenta que no bairro Coophamil, por exemplo, as perdas chegam a 4.360 MWh ao ano o que daria para fornecer energia para 1.453 clientes residenciais com consumo de até 250 KWh.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet