Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Notícias / Meio Ambiente

SUSTENTABIIDADE

Júlio Campos defende estudos em hidroelétricas para proteger flora e fauna do Pantanal

De Brasília - Vinícius Tavares

12 Set 2012 - 16:48

Foto: Assessoria

Júlio Campos defende estudos em hidroelétricas para proteger flora e fauna do Pantanal
O deputado federal Júlio Campos (DEM/MT) cobra dos Ministérios de Minas e Energia e do Meio Ambiente o compromisso de elaborar estudos aprofundados para subsidiar as obras das hidroelétricas do entorno do bioma Pantanal. Segundo Campos, o objetivo é evitar que a instalação das usinas coloquem em risco suas riquezas naturais da região.

“Solicito que as construtoras e concessionários dessas hidrelétricas que atuam no Pantanal conciliem o desenvolvimento com a preservação ambiental quando darealização de suas atividades”, justifica.

Campos elogia a ação civil pública movida pelos Ministérios Públicos Federais e Estaduais de Mato Grosso do Sul para suspender a construção de hidrelétricas enquanto não forem feitos estudos sobre o impacto cumulativo na área.

O parlamentar mato-grossense destaca que o Pantanal deve receber a devida atenção para que o desenvolvimento promovido no local esteja aliado à preservação ambiental. Ele ressalta que a área consiste em uma grande reserva natural, e por isso é considerada pela Unesco Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera, "com a presença de quatro grandes biomas: Amazônia, Cerrado, Chaco e Mata Atlântica".

“O Pantanal é uma das maiores áreas úmidas do planeta”, sublinha Júlio.

De acordo com levantamento da assessoria do deputado, o bioma abriga 263 espécies de peixes, 41 espécies de anfíbios, 113 espécies de répteis, 463 espécies de aves e 132 espécies de mamíferos, sendo 2 endêmicas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet