Olhar Agro & Negócios

Domingo, 24 de outubro de 2021

Notícias / Energia

alívio no bolso?

Reajuste anual da energia em Mato Grosso sai na próxima semana e ‘pode’ ofuscar bandeira verde

Da Redação - Viviane Petroli

29 Mar 2016 - 14:01

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Reajuste tarifário anual da energia elétrica em Mato Grosso será anunciado na próxima semana pela Aneel

Reajuste tarifário anual da energia elétrica em Mato Grosso será anunciado na próxima semana pela Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou o acionamento da bandeira verde para todo o Brasil no mês de abril. O que pode gerar um alívio no bolso dos consumidores mato-grossenses ou não uma vez que na próxima semana a Agência divulga o reajuste anual da tarifa de energia elétrica para o Estado.

A determinação do acionamento da bandeira verde para todo o Brasil a partir de abril foi dada durante reunião da diretoria da Aneel, na última terça-feira, 29 de março.

Leia mais:
Bandeira Verde chega em abril e livra mato-grossenses de taxa extra na conta de luz

Segundo a Aneel, foram três os fatores principais para o acionamento da bandeira tarifária verde: recomposição dos reservatórios das hidrelétricas; aumento da energia disponível para atender a demanda e a adição de novas usinas hidrelétricas ao sistema elétrico brasileiro.

Ao contrário das bandeiras vermelha, R$ 3 (patamar 1) e R$ 4,50 (patamar 2), e da amarela, R$ 1,50, aplicados a cada 100 kWh consumidos, a bandeira tarifária verde não possui custo adicional na conta de energia elétrica do consumidor.

O sistema de bandeiras tarifárias foi regulamentado em dezembro de 2012 pela Aneel e entre julho de 2013 e dezembro de 2014 as bandeiras foram divulgadas em caráter didático sem cobrança.

A cobrança, no caso da bandeira vermelha, teve início em janeiro de 2015 e vigorou até fevereiro de 2016. No mês de março começou a vigorar a bandeira amarela.

Reajuste anual

No dia 08 de abril entra em vigor o reajuste anual da tarifa de energia elétrica para Mato Grosso. O valor ainda não foi anunciado pela Aneel.

Em 2015, a Agência Nacional de Energia Elétrica havia aprovado redução de 2,22% para o Estado. O mato-grossense pagou R$ R$ 0,46511/kWh.

Como o Agro Olhar destacou na época, a redução de 2,22% é válida para baixa tensão. Para média tensão a queda aprovada foi de 0,38%. Entretanto, segundo a ANEEL, para as classes de alta tensão, que incluem as indústrias, o reajuste aprovado foi de uma alta de 3,42%.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet