Olhar Agro & Negócios

Domingo, 17 de outubro de 2021

Notícias / Agricultura Familiar

na frança

Mato Grosso tem o desafio de promover a inclusão de 100 mil agricultores familiares, diz Taques em Paris

Da Redação - Viviane Petroli

09 Dez 2015 - 08:00

Foto: José Medeiros/GCom-MT

Mato Grosso tem o desafio de promover a inclusão de 100 mil agricultores familiares, diz Taques em Paris
Considerado maior produtor de commodities, Mato Grosso tem como desafio promover a inclusão de aproximadamente 100 mil famílias da agricultura familiar. A atividade foi abordada pelo governador Pedro Taques durante passagem por Paris, na França, nesta terça-feira, 08 de dezembro, na Convenção do Clima (COP 21).

De acordo com Taques, o desenvolvimento ambiental mato-grossense passa pela inclusão e melhoria da qualidade de vida do pequeno produtor. Mato Grosso possui cerca de seis milhões de hectares de terras com índice abaixo de 5% de aproveitamento do seu potencial produtivo.

Leia mais:
Em Paris, Taques assina declaração de esforços para desmatamento ilegal zero

"Temos a preocupação de conservar nossa floresta, aumentar a produção usando áreas já abertas e também fazer a inclusão social do pequeno produtor, para que trabalhe de forma sustentável e tenha uma boa renda”, destacou o governador em sua participação no painel ‘Estados líderes no desenvolvimento rural de baixo carbono nas áreas rurais da Amazônia’.

Conforme o governador, a falta de informação e assistência técnica adequada contribuem para o surgimento de desmatamento, o que leva a necessidade da realização da inclusão social dos produtores, principalmente em municípios do Estado onde se constatou uma condição de desenvolvimento econômico e social precários, em especial na região amazônica.

A agricultura familiar encontra-se no terceiro eixo do programa de governo que até 2020 visa acabar com o desmatamento ilegal em Mato Grosso. A meta é implantar em 15 anos um novo modelo de desenvolvimento trabalhando os eixos da produção, inclusão no mercado e regularização fundiária.

Até 2030 o Governo de Mato Grosso quer elevar de 30% para 100% o atendimento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) na agricultura familiar, além de ampliar de 20% para 70% a participação do setor no mercado interno.

Participaram do painel ‘Estados líderes no desenvolvimento rural de baixo carbono nas áreas rurais da Amazônia’, juntamente com o governador Pedro Taques, a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e importantes às organizações da sociedade civil, como o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), Instituto Centro de Vida (ICV), Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e EDF (Environmental Defense Fund).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet