Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Notícias / Agronegócio

Soja

Ferrugem e fertilizantes atrasados devem adiar plantio

De Sinop - Alexandre Alves

11 Set 2012 - 09:56

Foto: Reprodução

Ferrugem e fertilizantes atrasados devem adiar plantio
Três fatores devem “empurrar” o início do plantio de soja da safra 2012/13 para o mês de outubro, diferente das últimas três safras, quando as plantadeiras começaram a lançar as sementes em meados de setembro.

Um deles é o atraso na entrega de fertilizantes por parte das revendedoras. Isto porque boa parte do que vai ser usado nesta safra ainda está em navios atracados no litoral brasileiro, principalmente nos portos de Santos e Paranaguá. Há problemas para descarregar e cargueiros formam “filas” no mar.

O que também contribui para começar o plantio mais tarde é o controle das plantas guaxas (tiguera), infectadas com ferrugem asiática, que devem ser controladas para melhor sanidade na instalação das novas lavouras, informa o boletim semanal da soja, elaborado pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea).

Mas a grande preocupação dos produtores é a precipitação pluvial para os próximos dias. As previsões não são animadoras, pois até dia 20 de setembro não existe projeção de chuva.

Campo Novo do Parecis exibe as maiores estimativas de chuva, com 5 milímetros (mm) no dia 21 e 6 mm no dia 22. Em Rondonópolis são esperados 1mm no dia 22 e 3mm no dia 23. Em Sinop, a previsão de chuva é de 1mm no dia 21, voltando a ocorrer no dia 25.

Porém, mesmo com essas chuvas de “manga” previstas, nenhum volume significativo para que ocorra o plantio ainda foi visto até o final de setembro, que, caso se confirme, transfere o início do plantio de Mato Grosso para outubro.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet