Olhar Agro & Negócios

Sábado, 27 de novembro de 2021

Notícias / Agricultura

73% vendida

Apenas 53,5 mil t de pluma de algodão devem ficar nas indústrias de MT

Da Redação - Viviane Petroli

15 Out 2014 - 08:00

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Apenas 53,5 mil t de pluma de algodão devem ficar nas indústrias de MT
As indústrias mato-grossenses devem consumir apenas 53,5 mil toneladas de pluma de algodão em meio a um volume de 1,006 milhão de toneladas. O Estado produziu no ciclo 2013/2014 995 mil toneladas, contudo Mato Grosso oferta em 2014 1,006 milhão de toneladas de pluma ao se somar as 11,4 mil toneladas restantes do estoque final da safra 2012/2013.

As estimativas são de que a demanda da pluma de algodão produzida em Mato Grosso seja de 95,4% da oferta, ou seja, 960,4 mil toneladas, como aponta o boletim semanal do algodão do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

O Imea prevê que das 1,006 milhão de toneladas ofertadas em 2014 537 mil toneladas tenham como destino o mercado de consumo interestadual. Já as exportações devem representar 370 mil toneladas, enquanto 53,5 mil toneladas ficam nas indústrias mato-grossenses. Os estoques finais devem somar 46 mil toneladas para serem vendidas durante a entressafra de 2015.

Leia também
Falta de chuva na soja prejudica janela ideal de plantio do milho e algodão

"Verifica-se que a demanda de fato existe, porém o que preocupa são os preços, que insistem em permanecer abaixo do ponto de equilíbrio de R$ 63,16/@", declara o Instituto.

O boletim do algodão revela que até a semana passada 73% da pluma de algodão produzida na safra 2013/2014 havia sido comercializada. O volume é 2,90% inferior ao verificado no período quanto às vendas da pluma de algodão da safra 2012/2013. Já o caroço de algodão tem 80% de comercialização da produção de 1,556 milhão de toneladas, percentual este 7,9% menor que o visto na safra 2012/2013 de vendas.

A pluma de algodão encerrou o dia 14 de outubro cotada entre R$ 49,90 em Diamantino e R$ 51,30 em Alto Garças e Itiquira.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet