Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias | Geral

Agricultores de Sorriso são notificados por falta de responsável técnico

Todas as 320 propriedades fiscalizadas na região de Sorriso em outubro deste ano pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), foram notificadas por falta de responsabilidade técnico das culturas. A ação que teve início no segundo semestre de outubro deste ano, possui duas frentes de operações de fiscalização em propriedades rurais nos principais pólos agrícolas de Mato Grosso.

A operação que iniciou em Sinop já passou por Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Diamantino, Santa Carmem, Vera, Ipiranga do Norte, Tapurah, Santo Antônio do Leste, Paranatinga, Poxoréu e continua esta semana em Primavera do Leste.

No dia 15 de outubro, antes de dar início às operações, os agentes fiscais do estado reuniram-se em Sorriso com o presidente do Crea-MT, Juares Samaniego, o vice-presidente, Ademir Pivatto e o coordenador da Câmara de Agronomia do Crea-MT, João Pedro Valente, para um treinamento intensivo e a uniformização das orientações.

Segundo o gerente da fiscalização, Giovani Marcos Bertol, o foco da operação está sendo a safra 2012/2013. “Estamos aproveitando a oportunidade para vistoriar todas as atividades realizadas na zona rural e fazendo as anotações das irregularidades que estão sendo encontradas, mas as notificações estão sendo feitas exclusivamente sobre as atividades inerentes à safra.”

Nas mesmas regiões também estão sendo fiscalizadas as construções civis da área urbana dos municípios, a fim de combater o exercício ilegal profissional e observar a legalidade das obras.

Na região de Primavera do Leste a operação encerra-se até o final desta semana. Os produtores rurais que foram notificados deverão justificar e apresentar a regularização quanto à notificações no prazo de 10 dias, quando então poderão ser autuados e multados.

Paralelamente a estas duas operações, uma terceira equipe de agentes fiscais atuaram no mesmo período nos municípios de Araputanga, Porto Esperidião, Vila Bela da Santíssima Trindade, Conquista D'Oeste, Nova Lacerda, Comodoro e Campo de Júlio, para vistoriar os contratos de obras públicas e construções civis.

Giovane lembra que essa fiscalização tem cunho orientativo e o objetivo conscientizar os produtoreis rurais das exigências em lei, para a realização de uma produção responsável e a consequente diminuição do número de processos no Crea-MT.

A próxima operação tem como foco os pólos de Canarana, Rondonópolis e Tangará da Serra.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet