Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias | Geral

Indicação Geográfica do Café do Oeste da Bahia em fase conclusiva

Os cafeicultores da região Oeste da Bahia, representados pela Abacafé, Associação dos Cafeicultores do Oeste da Bahia, estão desenvolvendo um projeto inédito. Trata-se da busca pelo reconhecimento da Indicação de Procedência do café, uma modalidade de Indicação Geográfica concedida pelo INPI, Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

Nos últimos dias, importantes agendas foram realizadas no intuito de concluir o processo a ser encaminhado ao INPI. Aliando recursos do Ministério da Agricultura, através do Convênio nº 755097/2010, juntamente com os esforços dos cafeicultores associados, está sendo possível a concretização de um dos maiores projetos da cafeicultura regional, destaca o presidente da Abacafé Dhone Dognani.

No último dia 29 de setembro, os cafeicultores estiveram reunidos discutindo os pormenores finais do histórico escrito sobre o café do Oeste da Bahia, bem como do Regulamento de Uso, documento este que regerá os procedimentos operacionais de enquadramento das propriedades e do produto para futuramente receberem o selo de origem.

Além da discussão de tais documentos, foram apresentadas as primeiras propostas de identidade visual do café. Elaborado pela Agência 2DA, são as sugestões iniciais da cara do café da região, reforçou o diretor executivo da entidade Cesar do Vale.

Avançando nos trabalhos de divulgação, no dia 5 de outubro, no 7º Espaço Café Brasil, feira internacional de café, em São Paulo, a entidade apresentou ao Brasil o andamento do projeto. A diretoria esteve presente discutindo o que a região está desenvolvendo e os desafios de um novo caminho promocional do café produzido no Oeste da Bahia.

Para o final de outubro, o processo estará concluído, ressaltou o presidente Dhone. Como este é constituído por diversos documentos e notoriedades, com a meta alcançada, no final de novembro será realizado um evento à comunidade local para apresentar a obra, para que em seguida possa ser entregue ao INPI que concederá uma marca inédita à região, que é a IG do Café da região Oeste da Bahia.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet