Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 26 de outubro de 2021

Notícias / Agronegócio

Ministério da Agricultura pede ajuda do Exército para distribuir milho

Globo Rural

05 Set 2012 - 18:45

O Ministério da Agricultura pediu apoio das Forças Armadas para a distribuição dos estoques de milho da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para alimentar os criadores de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Nordeste do país, onde há falta de grãos devido à estiagem.

Segundo a assessoria da Conab, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, telefonou para o ministro da Defesa, Celso Amorim, na semana passada, pedindo a ajuda para o transporte do milho, armazenado pela Conab em Mato Grosso e Goiás.

A Conab alega que enfrenta dificuldades há dois meses para a distribuição às regiões afetadas pela seca. Em diversas licitações, o órgão não conseguiu contratar transporte para a distribuição, pois o mercado oferece preços mais atrativos aos caminhoneiros.

Além disso, a carga que já saiu dos armazéns está atrasada para chegar ao destino devido às greves de caminhoneiros, que reclamam de nova lei que limita as horas de trabalho buscando evitar acidentes nas estradas, e também protestos de indígenas, que interrompem o tráfego em rodovias do país.

Será entregue ao Exército um diagnóstico sobre a localização dos galpões da Conab e os pontos de entrega, para que os militares possam analisar como podem ajudar.

O Ministério da Defesa confirmou o recebimento do pedido, que está em análise pelo Exército. Ainda não há definição sobre quantos soldados serão cedidos para a distribuição do milho e nem quantos caminhões serão usados. A expectativa é que, até quinta-feira (6), o Exército se posicione sobre a disponibilidade de ajudar a Conab, conforme a assessoria da Defesa.

O Exército não teria caminhões graneleiros e, por isso, o apoio se restringiria à distribuição de milho ensacado, diz a Conab. A Companhia de Abastecimento, porém, diz ter pouca capacidade para ensacar na origem e o apoio militar se restringiria a levar os grãos para regiões distantes e de difícil acesso.

O Exército informou que recebeu o pedido do Ministério da Defesa na tarde desta quarta-feira (5) e que fará um estudo para analisar a viabilidade de apoiar a Conab na distribuição para Alagoas, Ceará e Paraíba.

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet