Olhar Agro & Negócios

Sábado, 27 de novembro de 2021

Notícias / Geral

Estudos apontam benefícios do café à saúde

Marcelo Lara - Canal Rural

26 Out 2012 - 17:08

Nos últimos 20 anos, a cadeia produtiva do café alterou alguns conceitos e colocou o consumidor como prioridade. As mudanças vão desde a modernização da produção até a associação da bebida a uma vida saudável.

Recentes pesquisas da Holanda comprovaram que o café auxilia na proteção contra o diabetes. O médico cancerologista Dráuzio Varella, com base em uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde nos Estados Unidos, acrescenta que os mitos ligados à bebida estão desaparecendo:

– Os mitos relacionados ao hábito de tomar café foram caindo um por um. Primeiro, acreditavam que fazia mal para o coração, porque o café acelera um pouco a frequência cardíaca, a cafeína faz isso. A bebida também aumenta um pouco a pressão no momento em que é ingerida, mas é um período transitório. Então, se concluía que o café provocava ataque cardíaco. Hoje, sabe-se que é o contrário, ele reduz o número de ataques cardíacos. De alguma forma, o café protege o sistema cardiovascular.

O médico ainda cita o resultado de um estudo atual, que indica a redução de mortalidade em uma população que bebe café em comparação com uma que não consome a bebida.

Produção

A produção do café também apresenta novas facilidades. Em Guaxupé, no sul de Minas Gerais, por exemplo, agricultores renovaram o sistema de abastecimento com a implementação de big bags, que são grandes sacos de polipropileno rígido com capacidade para substituir cem sacas. Dessa forma, o grão é transportado da mesma maneira que a soja e o milho.

O cafeicultor Joaquim Goulart de Andrade explica que uma das grandes vantagens da big bag é que ele retorna ao produtor, podendo ser utilizada inúmeras vezes, durante toda a vida útil do material.

– Uma quebra de paradigma e uma mudança de conceito, porque se imaginava que era um absurdo movimentar café como se fosse um grão comum, e agora você pode fazer isso sem perder a qualidade do grão e a rastreabilidade, o que é importante – afirma o produtor Antonio Carlos Martins.

– O setor está cada vez mais articulado, modernizando todos os elos da cadeia produtiva e sempre atendendo às exigências do consumidor moderno, que quer consumir um café ambiental e socialmente correto, que faça bem à saúde.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet