Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 17 de maio de 2022

Notícias | Tecnologia

Produtores de uvas recorrem a tratores para suprir a falta de mão de obra nos campos

É possível avistar por entre as parreiras que cobrem todo o relevo do Vale da Uva, na cidade de São Miguel Arcanjo (SP), o trator Yanmar Agritech 1155-4 puxando um pulverizador de 200L e deixando para trás um nevoeiro de defensivo. Esse mesmo trator, durante toda a safra, é responsável pela roça da área cultivada, pelo transporte de adubo e da fruta colhida. Sem a máquina operando a maior parte do tempo, a colheita da grande maioria dos produtores de uva do estado de São Paulo estaria comprometida, já que a falta de mão de obra no campo atinge níveis muito elevados. A mecanização dos parreirais tem sido a solução encontrada.

Por esta razão, empresas como a Agritech, fabricante dos tratores Yanmar Agritech, apostam em uma linha de máquinas especialmente projetada para o trabalho nos parreirais, como explica o Gerente do Setor de Vendas da empresa, Nelson Watanabe. “Há muito tempo possuímos máquinas destinadas a esta cultura. São tratores menores e mais estreitos, que permitem que o operador possa entrar por entre as linhas dos parreirais e realizar manobras com facilidade nas áreas de cultivo”. Watanabe afirma que a falta de mão de obra nos parreirais é crescente e que a procura por máquinas específica para esta cultura tem aumentado a cada ano. “O crescimento nas vendas de máquinas voltadas para esta cultura cresce ano a ano, assim como a venda de implementos e o desenvolvimento de novas ferramentas que possam ajudar os agricultores a superar essa tendência, que acreditamos não ter volta” completa o gerente.

O grande problema, ainda, é que parte do trabalho que a uva plantada exige dos produtores precisa ser feito manualmente e, dependendo do tipo de uva, essa necessidade pode aumentar. “Os produtores de uvas Niagara conseguem plantar seus parreirais em ‘Y’ e, assim, mecanizar a maior parte do processo. Uvas como Itália e Rubi já precisam ser cultivadas no sistema de espaldeira, que necessita de maior mão de obra”, explica Cláudio Hissano, proprietário de uma concessionária de tratores Yanmar Agritech que atua na região de São Miguel Arcanjo.

O produtor de uvas Niagara, Odair Lorençon está aos poucos mudando sua plantação de 6,6 hectares em Jundiaí (SP) do sistema espaldeira de plantio para o ‘Y’. “A colheita precisa da mão de obra, mas o que puder mecanizar é preciso mecanizar, pois não consigo mais disputar essa mão de obra com as fábricas que cercam minha propriedade. Com o sistema em ‘Y’ eu consigo pulverizar, adubar, subsolar, fazer o transporte do produto, tudo com o trator”, completa Loreçon.

Sérgio Minami afirma que os tratores foram são responsáveis por viabilizar a produção de uvas na região em que se encontram suas propriedades, em Pilar do Sul (SP). “Um trator trabalhando me substitui oito homens no campo”, afirma Minami. Opinião que seu vizinho, Sérgio Nakakubo, que adquiriu seu trator por meio do programa Mais Alimentos do Governo Federal, compartilha.

Ainda em Pilar do Sul (SP) há muitas propriedades em que os filhos estão assumindo os negócios. Ricardo Kobayashi e seu pai Leonardo também lamentam a falta de mão de obra, mas comemoram a aquisição do trator Yanmar Agritech para a propriedade. “Só para fazer um trabalho de roçado, com o trator eu economizo até uns 15 homens. E consigo fazer o trabalho bem mais rápido”, conta Ricardo.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet