Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 07 de julho de 2022

Artigos

Comércio: ações realizadas e expectativas para 2022


2021 foi mais um ano desafiador. O início da vacinação de combate à Covid-19 e o avanço de sua aplicação garantiram com que, aos poucos, todos fossem retomando suas atividades. E para o comércio não foi diferente. Muitos negócios não sobreviveram à pandemia, outros se reinventaram - principalmente empreendendo no digital - visando a permanência no mercado.

Costumo dizer que sou um otimista por natureza. Procuro sempre ver o copo mais cheio do que vazio. Mas não podemos ignorar a conjuntura econômica do nosso país. Levando em consideração o cenário atual, com alta da inflação, encarecimento do crédito, aumentos substanciais da energia elétrica e dos combustíveis, a expectativa para 2022 nos põe em alerta. 

Por isso, esperamos que no próximo ano as condições macroeconômicas no Brasil permitam que a taxa de juros diminua aos patamares antes da pandemia e que inflação volte a estar sob controle. Também temos grandes expectativas para a aprovação da Reforma Tributária, que deverá desburocratizar o processo de tributação no país e contribuir para a competitividade das empresas.

O custo da energia elétrica e do combustível, por exemplo, que já acumulam alta de 25% e 70% no ano, respectivamente, afeta toda a cadeia produtiva, atingindo as empresas e os consumidores. Muitas vezes, para manter o negócio, o empresário decide protelar esses repasses para o seu cliente, mas chega uma hora em que não existe outra possibilidade a não ser dividir a conta. 

Diante de todo esse contexto, em 2021, a Fecomércio-MT permaneceu atenta aos interesses dos comerciantes, esteve presente nas discussões com os governantes e investiu em ações para fortalecer o setor. No universo do comércio eletrônico, por exemplo, que teve um crescimento surpreendente, lançamos a Feshop, loja virtual do comércio mato-grossense, que reúne tecnologia voltada exclusivamente para atender aos anseios do varejo. 

O Instituto de Pesquisa e Análise da federação (IPF-MT), criado em 2020, foi bastante atuante e produziu informações relevantes neste ano para que os empresários tomassem decisões assertivas. Foram investidos recursos para aquisição de ferramentas tecnológicas que garantissem a realização das pesquisas, inclusive, para entender o perfil dos consumidores mato-grossenses.

Pela Rede Nacional de Assessorias Legislativas (Renalegis), a Fecomércio-MT atuou junto aos parlamentares estaduais em 245 notas técnicas que envolvem o comércio. Além disso, conseguimos a implantação do sistema Renalegis na Câmara Municipal de Cuiabá, sendo a pioneira do país a implantar o sistema no legislativo municipal.

O Sesc e o Senac Mato Grosso, que são os braços sociais do Sistema Comércio, também contribuíram de forma primordial para o comércio nas áreas em que atuam, além do desenvolvimento de diversos projetos, como o Festa na Praça, Ouça da Janela, Batalha Gastrô e Pantanal Cozinha Brasil.

Também realizamos eventos importantes, como o ‘Webinar Fecomércio-MT - Superar para Crescer 2021’ e ‘LGPD - Mitos e Verdades’, que qualificaram não somente empresários e profissionais do setor, pois foram gratuitos e no formato on-line justamente para atender ao maior número de pessoas com interesse nos temas. 

Para 2022, o Sistema Fecomércio Mato Grosso tem grandes planos. Além de ampliar o processo de expansão de unidades do Sesc e do Senac em municípios do interior, a entidade implementará novos projetos e dará continuidade às ações bem-sucedidas, como o ‘Fecomércio na Estrada’, ficando cada vez mais próxima do comerciante mato-grossense. 

José Wenceslau de Souza Júnior é presidente da Fecomércio, Sesc, Senac, IPF e Sindcomac em Mato Grosso, comerciante há mais de 40 anos. E-mail: presidencia@fecomerciomt.org.br
Sitevip Internet