Olhar Agro & Negócios

Domingo, 17 de outubro de 2021

Notícias / Tecnologia

Versão rural do Facebook ganha página em português na Agrishow

G1

03 Mai 2013 - 19:00

Foto: (Foto: Divulgação)

Página em português do Sojabook, lançada oficialmente na Agrishow

Página em português do Sojabook, lançada oficialmente na Agrishow

É meio dia quando um grupo de empresários se reúne para discutir questões do setor agropecuário. Poderia ser mais uma reunião de negócios na Agrishow em Ribeirão Preto (SP), uma das maiores feiras de tecnologia agrícola do país, não fosse o fato inusitado de o encontro ter sido marcado pelo Sojabook, a rede social dos agricultores.

O convite para o almoço foi enviado eletronicamente pelo advogado argentino Marco Torrubiano, de 31 anos, o criador da ferramenta. O objetivo era lançar oficialmente a versão em português da rede social, já disponível há dois meses. “Agora podemos ser acessados em mais de 100 idiomas”, afirma.

Criado no fim de 2011, o Sojabook reuniu em um ano e meio mais de 30 mil usuários na América Latina, Europa, Rússia, China, Índia e no Japão. Desse total, 20% são brasileiros, cerca de 6 mil pessoas, principalmente do sudeste do país.

“Uma imagem que ficou muito marcada em mim foi ver um trabalhador em cima do trator, manuseando o equipamento com um notebook no colo e um iPod nas mãos. Foi nesse instante que tive a ideia de criar a primeira rede social para produtores rurais”, conta o advogado.

Expansão
Torrubiano diz que o Sojabook é a primeira rede social voltada exclusivamente para assuntos agropecuários no mundo. O nome foi escolhido justamente para facilitar a empatia com os produtores, já que a soja é o cereal mais popular no planeta. “É um espaço onde todos os membros se sentem a vontade porque sabem que o resto dos usuários têm os mesmos problemas, necessidades e dúvidas”, explica.

Uma vez cadastrado no Sojabook, o produtor rural consegue compartilhar todo tipo de informação referente à produção agropecuária. Os usuários têm perfis, lista de amigos, grupos e espaço para bate-papo, como qualquer outra rede social. Além disso, existe uma área para classificados, onde é possível comprar e vender produtos do setor.

O empreendimento ainda não gera lucros, mas Torrubiano afirma que está buscando parceiros para expandir o projeto no Brasil e conseguir comercializar espaços. “Estar na Agrishow é uma forma de fazer contatos e tornar o Sojabook mais conhecido.”

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet