Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Notícias / Agronegócio

Governo Federal

Linhas ferroviárias serão construídas e beneficiará a exportação de grãos

Da Redação - Vanessa Alves

24 Set 2012 - 18:43

Foto: Reprodução

Linhas ferroviárias serão construídas e beneficiará a exportação de grãos
Mais da metade das exportações de soja e carne bovina que passa por Mato Grosso são transportada por trens. Porém, a expansão ferrovia no Estado ainda não é bem planejada.

Uma nova construção e expansão das ferrovias brasileiras planejadas pelo governo federal deverão abrir caminhos às exportações de soja e carne bovina ao ligar a região Centro-Oeste aos portos de quatro regiões do país. O pacote da obra prevê a construção ou aumento da capacidade de 12 linhas ou 10 mil km em 30 anos.

Mapa inclui RN e PB em estudo para ampliação da zona livre de aftosa com vacinação


Em Mato Grosso, a porta de entrada do agronegócio é no município do Alto-Araguia ( 410 km de Cuiabá), na divisa com Goiás. Cerca de 60% da soja produzida no Estado hoje são transportadas de trem até o Porto de Santos, em São Paulo.

Uma das linhas a serem construídas chegará a Lucas do Rio Verde (354 km de Cuiabá), e permitirá que os grãos escoem até porto das regiões Sul, Sudeste, Nordeste ou Norte. Isso só será possível quando estiver pronta a ferrovia Norte-Sul, que cortará o país. Estas construções do governo federal irá beneficiar também o escoamento da carne bovina e de frango.

A União Brasileira de Avicultura espera o fim dos problemas para a chegada de grãos do Centro-Oeste. Com esse benefício os produtores de Mato Grosso esperam uma redução no frete das exportações. Com informação Folha de S.Paulo
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet