Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Notícias / Agronegócio

etanol

Setor sucroenergético vive incertezas por falta de políticas públicas, produção é ameaçada

Da Assessoria

17 Set 2012 - 19:30

Foto: Reprodução

Setor sucroenergético vive incertezas por falta de políticas públicas, produção é ameaçada
A falta de clareza das políticas públicas sobre o etanol brasileiro deixa o setor sucroenergético nacional sem perspectivas. A avaliação é do ex-ministro do governo Lula, Roberto Rodrigues, que abordará a temática na Feira dos Produtores de Cana do Nordeste. A palestra será realizada na abertura do evento, na próxima segunda-feira (17), às 18h, na Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP).

O cenário é uma questão lógica frente à ausência de estimulo ao setor. “No momento, como não há nenhuma estratégia clara, as perspectivas são também indefinida”, pontua Rodrigues, que atualmente é embaixador da Organização das Nações Unidas para a Agricultura para o Ano Internacional do Cooperativismo. Ele destaca que oportunidades e desafios do segmento nos próximos anos vão depender diretamente da medidas a ser enfrentada pelo Governo Federal.

A falta de horizonte deixa o produtor independente de cana ainda mais perplexo porque se soma ao fato de não haver mercado de cana. “O fornecedor depende muito da boa vontade do setor industrial”, afirma o ex-ministro. Para a resolução deste problema específico, ele sugere a constituição equilibrada de um Conselho dos Produtores de Cana de Açúcar, Açúcar e Álcool (Consecana). O conselho deve ser formado pelos fornecedores de cana e industriais do setor com o objetivo de definir isonomicamente preços da cana e seus produtos manufaturados.

Cooperativismo – A união faz a força. Este provérbio popular traduz o sentimento do ex-ministro quando ele avalia o futuro dos pequenos produtores de cana diante da atual situação do setor sucroenergético nacional. “O cooperativismo é a única saída”, diz, ressaltando que o modelo serve para qualquer cultivo. Rodrigues conclui dizendo, inclusive, que o seu papel é fundamental, até mesmo para fornecedores de cana administrar usinas com dificuldades financeiras, desde que isso se faça da maneira profissional.

Norcana – Outros temas relacionados ao setor sucroenergético também serão abordados na 1ª Feira dos Produtores de Cana do Nordeste (Norcana). O evento começa na segunda-feira (17) e vai até quarta-feira (19). A feira é uma promoção da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco. Além de palestras com personalidades do setor e afins, o evento visa contribuirá na transferência de tecnologias e intercâmbio de informações sobre ações e manejo nos canaviais, bem como oportunizará a realização de negócios a preços diferenciados para o pequeno, médio e grande produtor. Outras informações: 3316.0973.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet