Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias / Economia

Energisa Mato Grosso investe R$ 604,8 milhões em 2019 e foca combate ao furto

Da Redação - Thaís Fávaro

30 Jan 2019 - 16:16

Foto: Assessoria

Energisa Mato Grosso investe R$ 604,8 milhões em 2019 e foca combate ao furto
A Energisa Mato Grosso investirá R$ 604,8 milhões na área de concessão da distribuidora esse ano. O investimento é superior aos realizados nos últimos anos, cuja média foi de R$ 557 milhões. A Energisa atende aproximadamente 1,4 milhão de clientes, divididos em 141 municípios e emprega 2.450 pessoas. O combate ao furto de energia continua sendo uma das prioridades da Energisa. Este ano, serão investidos R$ 41 milhões em iniciativas com essa finalidade.

Leia mais
Fábrica de cervejaria deve gerar 360 empregos em Cuiabá e investimento de R$ 50 milhões

O diretor presidente da Energisa Mato Grosso, Riberto José Barbanera, explica que todos os investimentos feitos no Estado foram para aumentar a confiabilidade do sistema elétrico e a capacidade instalada, bem como melhorar a estrutura de atendimento, possibilitando assim, a expansão do sistema elétrico.

Os investimentos visam a melhoria na qualidade dos serviços, como novas linhas de distribuição, novas subestações e o Compensador Síncrono Rotativo, que está instalado em Confresa (1.167 Km de Cuiabá). Entre as áreas e iniciativas beneficiadas estão o programa de universalização de energia elétrica, o atendimento de novas cargas e expansão das redes, a manutenção e a substituição de ativos, o combate ao furto de energia e o aperfeiçoamento de processos internos e capacitação das equipes.

A prioridade da empresa é oferecer um serviço cada vez melhor aos clientes, garantindo uma oferta de energia permanente e segura e levando bem-estar à população. Desta forma, a empresa se mantém como vetor essencial para o desenvolvimento econômico e social da região.

“Temos trabalhado de maneira contínua para sempre trazer as melhores soluções às demandas quer surgem e assim, garantir a qualidade de nossos serviços e crescer junto com Mato Grosso. Nosso compromisso com o desenvolvimento do Estado e com a satisfação de nossos clientes norteiam nossas ações.”, ressalta Riberto.

Em 2019, a Energisa realizará diversas obras que irão melhorar e ampliar o fornecimento de energia no Estado, como a obra de construção da Linha de Distribuição de Alta Tensão (138kV) Vila Rica até Santana do Araguaia, no Pará, com 155km de extensão.  Entre as obras realizadas em 2018, vale destacar o início da obra de construção da Linha de Distribuição de Alta Tensão (138kV) Salto Paraíso até Paranaíta, com 82km de extensão.
 
Em 2018 foram recuperados 93,96 GWh de energia, o equivalente ao abastecimento de Sinop por 3 meses. “O chamado ‘gato’ é crime e acarreta perdas milionárias à sociedade. Todos saem prejudicados: a população, que paga a conta do furto e tem o fornecimento prejudicado; o estado, que perde milhões em arrecadação de impostos; e a empresa, que perde receita e tem seus investimentos na melhoria dos serviços afetados”, afirma Riberto.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Manasses da Silva Santos
    04 Fev 2019 às 12:38

    Nao podem ser roubados... Apenas roubar... )

  • Wagner
    01 Fev 2019 às 16:58

    Combater furto?? Ela vai investir e combater ela mesma!!

  • Mayla
    01 Fev 2019 às 14:58

    Combater o roubo como ? Eu já fiz 10 denuncia de gato, na verdade esta mais para onça, e a mesma nunca foi até o local para apurar o caso. Só chega contas em valores absurdos, uma conta de 80,00 passa para 400 bem simples, são dados um zilhão de desculpas, tipo essas 2, o vidro na caixa esta embaçado isso impossibilita a visão da leitura, assim eles fazem uma media de consumo do ANO ANTERIOR, onde isso é certo ? OU foi me dito que o POSTE esta TORTO, assim também dificulta a leitura. Tem algo ERRADO que não esta CERTO.

  • Gustavo
    01 Fev 2019 às 10:48

    Está complicado mesmo! Combater furto?? Deveriam era reduzir o custo da conta para assim não ter inadimplência, arrecadariam muito mais, se baixa-se e assim todos ter condição de pagar.

  • Homer Simpson
    30 Jan 2019 às 18:38

    Não aguento mais pagar energia... é um absurdo, o que aconteceria se todos como forma de protesto fizesse "gato", pelamor de Deus, a carga tributaria esta sufocando, fala que energia e água e o básico, quanto e o básico? básico para sobreviver? para não morrer a mingua? estou desempregado e desesperado, ou eu compro comida ou pago a energia, 2 dias após o vencimento já estão mandando o reaviso.... estão com a faca no nosso pescoço é não temos para quem recorrer...

  • Luiz Fernando
    30 Jan 2019 às 17:44

    A subestação do Costa VERDE está às escuras.

Sitevip Internet