Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Notícias / Agronegócio

Ministério da Agricultura discute Plano Safra 17/18 em Mato Grosso na próxima semana

Da Redação - Viviane Petroli

17 Mar 2017 - 09:26

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Ministério da Agricultura discute Plano Safra 17/18 em Mato Grosso na próxima semana
O Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018, mais conhecido como Plano Safra, será debatido em Mato Grosso na próxima semana. A discussão ocorrerá durante a feira Show Safra em Lucas do Rio Verde. A previsão é que para o próximo ciclo haja uma redução nas taxas de juros para custeio ou investimento.
 
O debate sobre o Plano Safra, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), está programado para ocorrer entre às 17h e 19h no próximo dia 23 de março (quinta-feira). O debate será no auditório da Fundação Rio Verde, localizado na Rodovia da Mudança, Km 8, em Lucas do Rio Verde.

Leia mais:
Plano Safra 2017/2018 pode ter redução de taxas de juros, afirma Neri Geller
 
O secretário de Política Agrícola, Neri Geller, pontua que será uma oportunidade para discutir políticas agrícola, além de prioridades e necessidades do produtor rural brasileiro.
 
“O próximo Plano Safra vai dar muita ênfase a programas de inovação tecnológica, visando à conectividade da propriedade rural e ao acesso à internet. Enfim, instrumentos que facilitam a vida do produtor rural e hoje são imprescindíveis em todos os setores", afirma Geller.
 
Em entrevista ao Agro Olhar no mês de janeiro, o secretário de Políticas Agrícolas Neri Geller, comentou que o Ministério estuda uma possível redução das taxas de juros para custeio ou investimento.
 
Durante os debates, o diretor de economia da Secretaria de Política Agrícola, Wilson Araújo, apresentará aos produtores o processo de construção do Plano Safra 2017/2018, bem como sua evolução, importância e perspectivas.
 
O evento contará com a presença, segundo o Mapa, com as presenças de representantes da  Secretaria do Nacional do Tesouro Nacional, do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do BNDES, do setor de máquinas e de entidades ligadas aos produtores.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet