Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 19 de abril de 2019

Notícias / Meio Ambiente

Focos de calor em Mato Grosso estão 40% maiores em 2016; Senar oferta curso para combater o fogo

Da Redação - Viviane Petroli

21 Jul 2016 - 10:26

Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Focos de calor em Mato Grosso estão 40% maiores em 2016; Senar oferta curso para combater o fogo
Mato Grosso, até o dia 20 de julho, registrou um incremento de 40% na constatação de focos de calor no comparativo com o período em 2015. A colheita de milho e algodão seguem no Estado e os produtores devem estar alertar diante a umidade relativa do ar estar baixa e as temperaturas altas. Diante tamanha demanda do setor produtivo o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) formatou um treinamento à distância de combate ao fogo.

Entre 1º de janeiro e 20 de julho, Mato Grosso acumulou 8.362 focos de calor, de acordo com informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O volume é 40% superior aos 5.991 focos constatados o ano passado no período. Segundo o Inpe, o Estado segue na liderança de registros. O Tocantins vem em seguida com 4.256 focos e Roraima com 3.161.

Leia mais:
Mato Grosso representa 23,7% dos focos de calor no Brasil e lidera ranking; proibição de queimadas começa hoje

O período proibitivo de queimadas em Mato Grosso teve início no último dia 15 de julho e segue até 15 de setembro, podendo o período a ser prorrogado. Como o Agro Olhar destacou recentemente, o uso de fogo para limpeza e manejo em áreas rurais crime passível de seis meses a quatro anos de prisão, com autuações que podem variar entre R$ 7,5 mil a R$ 1 mil (pastagem e agricultura) por hectare. Já em áreas urbanas o uso de fogo para limpeza de quinta é considerado crime o ano todo.

Nas últimas semanas, conforme o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), várias solicitações surgiram na entidade para a formatação de um novo treinamento para preparar os produtores e trabalhadores rurais para combater incêndios nas lavouras.

O Senar-MT revela que para atender a essa demanda imediata há um treinamento à distância oferecido pelo Senar/Central por meio do endereço eletrônico http://ead.senar.org.br/cursos/campo-sustentavel/ .

O treinamento conta com assuntos voltados para o manejo integrado do fogo, equipamentos de proteção individual, ferramentas e equipamentos de combate ao fogo, métodos para realizar queima controlada e até legislação.

De acordo com o Senar-MT, o curso mostra ainda ações para combater os incêndios e o efeito do fogo no meio ambiente.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ana vania
    24 Jul 2016 às 08:03

    esse é o governo de transformação, estão conseguindo piorar os indicadores ambientais do estado em relação ao governo passado.

  • ROMILDO GONCALVES
    22 Jul 2016 às 11:23

    ESTÃO BRINCANDO COM FOGO? FOGO SE APAGA NA PRÁTICA, CURSO PARA COMBATE A INCÊNDIO FLORESTAL NÃO É BRINCADEIRA. DAQUI A POUCO VÃO QUERER FAZER CURSO POR TELEPATIA PARA COMBATER INCÊNDIO FLORESTAIS! NÃO CHEGA A PIADA DA DANÇA DA CHUVA? QUEM ESTÁ ALERTANDO AQUI É O MAIOR ESPECIALISTA DO ESTADO NESSA ÁREA. NÃO PODEMOS PERMITIR BRINCADEIRA DE MAU GOSTO COM A VIDA.

Sitevip Internet